A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), GNR e PSP realizam, a partir de quarta-feira, a campanha de segurança rodoviária “Cinto-me vivo” para alertar para a importância do uso dos dispositivos de segurança.

Num comunicado conjunto, a ANSR, Guarda Nacional Republicana (GNR) e Polícia de Segurança Pública (PSP) indicam que a campanha, que vai decorrer até 29 de Junho, está inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2021 e visa alertar os condutores e todos os ocupantes dos veículos para a importância de utilizarem sempre os dispositivos de segurança.

As operações de fiscalização vão ser realizadas em especial nas vias e acessos com elevado fluxo rodoviário, de forma a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adopção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores nomeadamente no que diz respeito ao cinto de segurança, sistemas de retenção de crianças e capacete.

A PSP vai realizar a operação na Variante de Almeirim, em Santarém, pelas 9h00, do dia 29 de Junho.

PUBLICIDADE

A campanha vai integrar acções de sensibilização da ANSR que vão decorrer em simultâneo com operações de fiscalização.

As autoridades referem que na última campanha sobre este tema, realizada de 08 a 14 de Setembro de 2020, as forças de segurança fiscalizaram 41.150 veículos, tendo registado 1.180 infracções relativas à não utilização dos dispositivos de segurança, o que correspondeu a uma taxa de infracção de 2,87%, numa média de 169 infracções por dia.

“Estudos científicos demonstram que numa colisão a 50 km/h, uma pessoa sem cinto é projectada exercendo uma força de duas toneladas, podendo causar trauma grave nos ocupantes do veículo, em particular os da frente. Numa colisão frontal à mesma velocidade, uma criança pode sofrer lesões equivalentes a uma queda de um terceiro andar. Está igualmente comprovado que o uso do capacete devidamente apertado e ajustado reduz em 40% o risco de morte em caso de acidente”, alertam as autoridades.

Assim, ANSR, GNR e PSP lembram que o uso dos dispositivos de segurança é fundamental e apelam ao uso de cadeirinha homologada e adaptada ao tamanho e peso da criança, devidamente instalada, do cinto de segurança, em todos os lugares do veículo, e em todos os percursos, mesmo nos de curta distância e do capacete de modelo aprovado devidamente ajustado e apertado.

O Plano Nacional de Fiscalização, enquadrado no Plano Estratégico Nacional de Segurança Rodoviária (PENSE 2020), prevê a realização de campanhas de sensibilização em simultâneo com operações de fiscalização, em locais onde ocorrem regularmente infracções que representam um risco acrescido para a ocorrência de acidentes.

PUBLICIDADE
Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…