Seminário sobre o potencial da Amêndoa na Escola Superior Agrária de Santarém

A Escola Superior Agrária de Santarém recebe na terça-feira, 17 de Stembro, o II Seminário Internacional sobre “O Potencial e a Rentabilidade da Cultura da Amêndoa” que irá decorrer pelas 9h00, no Auditório da Escola Superior Agrária, em Santarém.

O II Seminário é organizado em parceria pela ALMOND PT, pela Escola Agrícola de Santarém e pela CADOVA e conta com a participação de alguns dos maiores especialistas internacionais em amendoais. A primeira edição, que decorreu em 2018, contou com mais de duas centenas de participantes.

O seminário tem por objectivo disponibilizar informação e promover a partilha de experiências entre agricultores sobre o potencial da cultura da amêndoa. Nos últimos anos, culturas como o milho e o tomate, têm apresentado dificuldades ao nível de rentabilidade e muitos agricultores procuram alternativas para as suas explorações agrícolas. A cultura da amêndoa é uma das alternativas que tem despertado mais interesse, verificando-se uma grande procura de conhecimento sobre as questões técnicas e económicas.

Para responder a estas necessidades foi organizado o II Seminário Internacional em dois momentos. O primeiro teórico que contará com a intervenção de alguns dos maiores especialistas em amendoais como o David Doll, da Universidade de Davis, Califórnia, de Xavier Miarnau, investigador especializado em amêndoa no IRTA, na Catalunha e Marisa Juan-Dalac da Todolivo, Cordoba, a nível internacional e especialistas nacionais como Carlos Silva, presidente da CNCFS, de Vasco Reis, presidente da CADOVA, de Afonso Salazar Lebre, da Prime Almonds.

O segundo momento é uma visita de campo onde os participantes terão a oportunidade de observar a colheita com máquina automática de amendoal superintensivo na Quinta da Lagoalva de Baixo, Alpiarça.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS