Subiu para sete o número de óbitos de utentes de lar do Entroncamento

O número de óbitos de utentes do Lar dos Ferroviários, no Entroncamento, infectados com o novo coronavírus SARS-CoV-2 subiu para sete (um deles inconclusivo), permanecendo internados cinco dos 45 idosos positivos.

O presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria, referiu à Lusa que estão a ser feitos hoje novos testes a utentes e funcionários, num total de 112, contando ter na sexta-feira um valor actualizado de casos da covid-19 na instituição.

Lamentando todas as mortes ocorridas, o autarca salientou que uma delas não foi formalmente contabilizada como sendo devido à covid-19 e todas ocorreram com pessoas de idade muito avançada e com situações de saúde “já muito frágeis”, devido a outras doenças, estando todas hospitalizadas.

PUBLICIDADE

Os utentes infectados que se encontram no lar permanecem assintomáticos, adiantou.

Jorge Faria referiu que há, neste momento, 15 funcionárias infectadas – sendo que a que foi internada continua no hospital apenas por não possuir as condições para cumprir o resto do isolamento em casa -, podendo a situação ser alterada com os testes que estão hoje a ser realizados.

Com o regresso das três funcionárias entretanto recuperadas, mais as sete ou oito enviadas para reforçar a equipa (quatro disponibilizadas pelo município, duas contratadas através do Instituto do Emprego e uma a duas que têm sido enviadas pela Segurança Social através da Cruz Vermelha), o funcionamento tem sido mantido “com normalidade”, salientou.

Os primeiros casos no Lar dos Ferroviários do Entroncamento foram conhecidos no passado dia 10 de Setembro.

No total, Portugal já registou 2.050 mortes e 82.534 casos de infecção, estando hoje activos 28.967 casos, mais 788 do que na quarta-feira.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

ADICIONAR COMENTÁRIOS

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *