Tomar acolhe no rio Nabão prova internacional de ‘wakeboard’

O rio Nabão, em Tomar, vai acolher no sábado a “Pro Wakeboard”, prova pontuável para o mundial da modalidade, competição que vai ser disputada ao longo do dia pelos 12 melhores atletas profissionais deste desporto, anunciou a organização.

“Este é o primeiro evento de wakeboard a ser realizado em ambiente urbano, no centro nevrálgico da cidade de Tomar”, disse hoje à Lusa André Matos, presidente da Associação de Wakeboard e Wakeskate, tendo feito notar que a competição, pontuável para o campeonato internacional, “vai ser disputada pelos 12 melhores atletas profissionais do mundo”, oriundos dos EUA, Austrália, Alemanha e Inglaterra, estando Portugal representado por Guilherme Brás.

O wakeboard caracteriza-se pelo facto de as pranchas serem puxadas à superfície da água através de um sistema de cabos ou por um barco a motor, como meio de tracção, sendo um desporto aquático praticado com uma prancha e manobrada de modo a contornar obstáculos flutuantes.

Segundo André Matos, Tomar vai ser “a primeira cidade do país a receber uma prova de wakeboard internacional mesmo no seu centro cultural, desportivo e lúdico”, tendo destacado que o percurso do Nabão “é o mais exigente e difícil tecnicamente”.

O “Pro Wakeboard” chega a Portugal depois de a primeira etapa ter sido realizada nos EUA.

O objectivo da realização do evento no centro urbano da cidade de Tomar, disse aquele responsável, “enquadra-se na estratégia de dinamização da estância turística de wakeboard instalada na região do Médio Tejo”, com cinco parques instalados em outros tantos municípios banhados pela albufeira de Castelo do Bode, nomeadamente nas praias fluviais de Fernandaires (Vila de Rei), Lago Azul (Ferreira do Zêzere), Aldeia do Mato, (Abrantes), Trízio (Sertã) e Praia dos Montes (Tomar).

“A estância de wakeboard não se esgota na albufeira de Castelo do Bode, quer-se que a mesma seja catalisador de turismo, e isso inclui as cidades em redor de Castelo do Bode para aproximar os seus fluxos turísticos e levar a estância às pessoas”, disse ainda aquele responsável, tendo feito notar que “os visitantes internacionais, além de se deslocarem por causa do wakeboard, deslocam-se à procura de experiências novas, seja o lazer, a gastronomia, a cultura ou a história”.

André Matos deu ainda conta que “o plano para 2018” passa ainda por “manter um quadro competitivo forte com a realização do Circuito Nacional de Cable e o Campeonato Nacional de Barco, mas também passa por criar mais oportunidades para os residentes locais e visitantes da região poderem usufruir da Estância de Wakeboard de uma forma gratuita”, todos os dias da semana, entre as 9h00 e as 13h00, já a partir de domingo, dia 1 de Julho.

A dinamização da estância de wakeboard está a cargo da Associação Portuguesa de Wakeboard e Wakeskate (APWW), sendo toda a actividade “financiada e apoiada pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, Turismo do Centro, Agência Portuguesa do Ambiente e os cinco municípios parceiros – Abrantes, Ferreira do Zêzere, Sertã, Tomar e Vila de Rei”, acrescentou André Matos.

info,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS