O município de Tomar vai dispor de uma Escola de Segunda Oportunidade, dirigida a jovens que abandonaram o sistema educativo ou que se encontram em risco de exclusão social.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Tomar refere que o projecto, que foi oficializado hoje, será coordenado pelo Agrupamento de Escolas Templários e tem como entidades parceiras a autarquia, o Centro de Integração e Reabilitação de Tomar, a Santa Casa da Misericórdia local e a Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares.

O projecto de uma Escola de Segunda Oportunidade decorre de um despacho datado de 2019 que visa dar resposta a um número significativo de alunos que abandonam a escola sem concluir a escolaridade obrigatória e que se encontram em risco de exclusão social.

PUBLICIDADE

“Portugal ainda apresenta um número significativo de alunos que abandona a escola sem concluir a escolaridade obrigatória. No sentido de responder a estes jovens, em regra, sinalizados no âmbito das comissões de protecção de crianças e jovens, pelas equipas multidisciplinares de apoio aos tribunais e por instituições de acolhimento de crianças e jovens, o Ministério entende intervir através de uma resposta socioeducativa articulando iniciativas de entidades e instituições de natureza diversa”, pode ler-se no texto do despacho.

PUBLICIDADE
Leia também...

Corações com Coroa oferece bolsas de estudo a jovens raparigas de Santarém

A Corações com Coroa (CCC), Associação sem fins lucrativos e ONGD que…

Governo vai ponderar entre hoje e quinta-feira encerramento de escolas

O Presidente da República afirmou que o Governo vai ponderar, entre hoje…

Praxes virtuais foram moda este ano lectivo

Este ano lectivo, por força da pandemia, as praxes académicas dos novos…

Câmara de Alpiarça cede computadores aos alunos do concelho

A Câmara Municipal de Alpiarça cedeu 35 computadores ao Agrupamento de Escolas…