Os trabalhadores de lares vão receber formação na área da gestão de surtos, uma iniciativa que abrange quase 1.500 pessoas em todo o país e que começou já no Algarve.

De acordo com um comunicado do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS), divulgado, o início do programa de formação de trabalhadores de lares em contexto de surto, no Algarve, tem a duração de 35 horas, ao longo de cinco dias.

A iniciativa abrange nos próximos meses 1.440 pessoas em todo o país, que, diz o comunicado, ficarão dotadas de “competências essenciais para atuarem em estruturas residenciais para idosos com surtos ativos de covid-19”.

PUBLICIDADE

O Ministério explica que o programa é uma iniciativa da Segurança Social e do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e que as formações são gratuitas e ministradas por médicos e enfermeiros especializados, nas instalações do IEFP espalhadas pelo país.

O curso tem uma componente teórica, à distância, e outra presencial, e ensina, por exemplo, como usar os equipamentos de proteção individual, proceder à limpeza e desinfeção ou fazer a gestão de circuitos, explica-se no comunicado.

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, disse, citada no documento, que se pretende “dar resposta a questões práticas, mas também esclarecer possíveis dúvidas e capacitar os trabalhadores em lares para gestão de surtos”.

E acrescenta: “A formação e capacitação de quem trabalha nestas instituições são essenciais no atual contexto, bem como o reforço de recursos humanos. Ao abrigo do programa de reforço de recursos humanos em lares (MAREESS), já foi aprovada a colocação de 12.250 pessoas nestas instituições, tendo o programa sido prorrogado até 30 de junho de 2021”.

A formação que agora começa insere-se no programa de apoio aos lares do MTSSS, no âmbito do qual já foram feitas 1.820 ações de formação pelas Forças Armadas em lares de idosos, em conjunto com a Segurança Social.

Outras formações curtas para o setor social abrangeram até agora 2.200 formandos, segundo o Ministério.

PUBLICIDADE
Leia também...

Insolvência da Fleximol atira trabalhadores para o desemprego

O Juízo de Comércio do Tribunal de Santarém declarou insolvente a empresa…

Gás de garrafa com preços regulados a partir de segunda-feira até ao final do mês

Os preços máximos para o gás engarrafado, em vigor das 00h00 de…

ISLA negoceia aquisição do edifício dos Correios em Santarém

As administrações do ISLA de Santarém e dos CTT estão a negociar…

A esperança mora na PME de João Alcobio

Depois de mais de década e meia a trabalhar na casa agrícola…