Os trabalhadores do Centro de Distribuição Postal do Entroncamento iniciaram esta terça-feira, 8 de Outubro, uma greve parcial de duas horas diárias, que vai durar até ao próximo dia 15, em protesto pelas condições em que prestam o serviço, disse fonte sindical.

Edgar Moliano, do Sindicato dos Trabalhadores de Correios e Telecomunicações (SNTCT), disse à Lusa que todos os trabalhadores efectivos, cerca de uma dezena, aderiram à paralisação, tendo participado numa manifestação em frente ao edifício, que decorreu entre as 08h30 e as 10h30, horário em que será cumprida a greve até dia 15.

Entre as razões do protesto encontra-se a existência de “cada vez menos trabalhadores e ‘giros’ (percurso atribuído a cada carteiro para entrega de correspondência) cada vez maiores”, disse.

PUBLICIDADE

Segundo o sindicalista, os trabalhadores pedem “mais respeito”, tanto no que diz respeito às condições de trabalho, como no relacionamento com as chefias.

Afirmando ter havido contactos com a administração dos CTT, Edgar Moliano afirmou que, para a empresa “está tudo normal, mas não é isso que os trabalhadores sentem”.

PUBLICIDADE
Leia também...

Salvador, Bebé do Ano em Santarém, recebe cheque-prenda do Correio do Ribatejo/Sonae

Salvador da Silva Carlota foi o primeiro bebé a nascer no dia…

João Manzarra apela à adopção de cães abandonados em Santarém

João Manzarra, conhecido apresentador de televisão, esteve esta sexta-feira, 15 de Novembro,…

Jogador do Alverca em estado grave no hospital após paragem cardiorrespiratória

O futebolista brasileiro Alex Apolinário, do Alverca, encontra-se em estado grave e…

Distrito de Santarém apenas com um concelho em Risco Muito Elevado

O Governo reviu ontem a listagem dos concelhos de risco e o…