O Município de Torres Novas, em parceria com a associação Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, promove o projecto «Ciência Viva no Verão» com a realização de três percursos que pretendem dar a conhecer a geodiversidade e a biodiversidade de diversos locais privilegiados do concelho como a Serra de Aire, o rio Almonda, os Moinhos da Pena e as Grutas de Lapas.

A primeira actividade está marcada para dia 1 de Agosto, com início no Parque de Merendas de Vale da Serra a partir das 9h00, com o objectivo de fazer a ponte entre a geodiversidade e a biodiversidade na Serra de Aire. Num percurso de cerca de 4 quilómetros poderão ser observados um núcleo de megalapiás fundamentalmente constituído por torres ou pilares rochosos que chegam a atingir dimensões métricas, bem como o testemunho de processos antigos de dissolução, do qual resulta a formação de um solo avermelhado, num local onde existe muita vegetação típica mediterrânica e autóctone, sendo possível ainda observar duas antigas pedreiras e um forno de cal, testemunhos da exploração de recursos geológicos e da sua utilização.

No dia 22 de Agosto terá lugar a segunda actividade do projecto, a partir das 9h00, com início nos Moinhos da Pena. Num percurso de cerca de 4 quilómetros será possível observar um dos maiores conjuntos de moinhos de Portugal, estrategicamente construídos no topo da escarpa do Arrife e testemunhos da importância da moagem artesanal, bem como descobrir os vários afloramentos de calcário, matos e vegetação mediterrânica que aqui predominam, onde se pode observar a fusão entre a geodiversidade e a biodiversidade do local.

A iniciativa termina a 5 de Setembro com a actividade «Do rio Almonda à Gruta das Lapas», com início marcado para as 9h00, na Praia Fluvial da Ribeira Branca, numa visita que irá dar a conhecer a vista privilegiada para a planície de inundação do rio, terras férteis, pomares e hortas, bem como descobrir o terraço fluvial com antigas pedreiras de tufo calcário terminando com a visita às Grutas de Lapas, um conjunto de galerias subterrâneas escavadas em tufos calcários, com importância a nível nacional e internacional.

PUBLICIDADE

Todas as actividades são gratuitas mas de inscrição obrigatória através do link: https://www.cienciaviva.pt/verao/2021/, com a organização a aconselhar o uso de roupa e calçado confortável, boné ou chapéu, protector solar e um reservatório de água com quantidade suficiente para garantir a hidratação na deslocação.

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Leia também...

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

“Inspiro-me muito nas minhas vivências e nas raízes em Alpiarça“

Joana Almeirante é natural do concelho de Santa Maria da Feira, mas…

Capela Dourada reabre ao público após obras de restauro e recuperação (c/vídeo)

A Capela Dourada, contígua à igreja de Jesus Cristo, reabriu ao público,…