Jogo no Campo Chã das Padeiras, em Santarém.

União Desportiva de Santarém SAD, 2 – 1.º de Dezembro, 0

A União Desportiva de Santarém, SAD (UDS) venceu esta manhã o 1.º Dezembro, por 2-0, com os golos a acontecerem ao minuto 22, por Herlander, e ao minuto 59′ por intermédio de Vasco Lopes.

PUBLICIDADE

Depois de um primeiro quarto-de-hora jogado praticamente a passo, por ambos os conjuntos, e sem lances de perigo junto às duas balizas, procurou a UDS o ataque continuado, mas lento nos processos ofensivos.

Dando prioridade ao corredor esquerdo para desenhar os seus lances de ataque, foi contudo num lance bem rápido de contra-ataque que a turma da casa se colocou em vantagem. Varela serviu Iúri Gomes que se esgueirou à defensiva contrária e centrou, com conta peso e medida, para Herlander já no coração da pequena área, e sem marcação, a cabecear para o fundo das redes do 1.º de Dezembro, estavam decorridos 22 minutos da primeira metade da partida.

Na resposta, apenas na sequência de lances de bola parada o 1.º de Dezembro criava perigo, como aos 29 minutos com um remate de Samuel ao segundo poste que levou algum frisson à área unionista, mas o remate saiu ao lado do poste esquerdo da baliza de Hidalgo.

Na frente do ataque da UDS Herlander começava a dar nas vistas. À passagem do minuto 37, servido por Flavinho rematou para defesa apertada de Cardoso com as pernas. No minuto seguinte, cabeceou ao lado da baliza do 1.º de Dezembro, duas boas oportunidades para o ponta de lança da UDS que parece estar de regresso à boa forma que tanto o notabilizou na época passada.

Aos 43 minutos, o avançado Camilo do 1.º de Dezembro teve nos pés oportunidade para empatar a partida, mas servido da esquerda do seu ataque, em posição frontal, errou a bola no momento do remate e o lance perdeu-se.

Antes do apito do árbitro para o intervalo, Jean Vítor (45′) viu cartão amarelo, bem mostrado, por cortar jogada de perigo do ataque forasteiro.

No reatamento, a UDS estreou o lateral direito Cláudio Tavares (ex-Desportivo das Aves) no lugar de Gonçalo Azevedo. Foi, contudo, o 1.º de Dezembro a ser mais perigoso, com Manuel Liz e Jota, num espaço de dois minutos, a levarem muito perigo à baliza de Nuno Hidalgo sempre bem entre os postes.

Em busca do golo do empate a turma da ‘linha de Sintra’ foi bem mais perigosa no primeiro quarto de hora da etapa complementar, ganhando muitas faltas à entrada da área da UDS.

Na resposta, aos 57′, excelente oportunidade para a União aumentar a vantagem, com Iúri, solicitado por Flavinho, a rematar por cima do travessão.

Num início de segundo tempo bem mais competitivo do que no início da primeira parte, a UDS chegaria ao segundo golo, aos 59′, aproveitando o balanceamento ofensivo do 1.º de Dezembro em busca da igualdade, para num lance de contra-ataque Herlander servir Vasco Lopes que isolado sobre o corredor direito remata cruzado e fora do alcance do guarda-redes Hugo Cardoso, aumentando a vantagem escalabitana na partida.

Pouco depois, aos 63′, Acácio Santos refrescava o meio-campo com as entradas de Válter Júnior e Gonçalo Costa, para as saídas, respectivamente, de Iúri Gomes e Diogo Pires.

Com mais espaço para esboçar os seus contra-ataques a UDS conseguiu de novo criar perigo, aos 69′, com o recém-entrado Válter Júnior a fugir à defensiva contrária e no limite da grande área a ser carregado. Do livre nada resultou.

Aos 79′, Jota (1.º Dezembro) vê cartolina amarela mostrada pelo árbitro Joel Pacheco.

Já com André Tavares na partida (entrou aos 76′ para o lugar de Jean Vítor, já amarelado) a UDS continuou a aposta nas saídas rápidas para o ataque, mas nos minutos finais da partida o jogo tornou-se menos bonito, com muitas faltas a meio campo, uma cópia do que se havia passado no primeiro quarto de hora da partida.

A quatro minutos do fim, Vasco Lopes deu o seu lugar a Pacheco, com André Santos a refrescar o corredor esquerdo da UDS.

Os cinco minutos de tempo extra concedidos pelo árbitro pouco ou nada acrescentaram a uma partida que a UDS aproveitou melhor os tempos do jogo para conseguir uma importante vitória e subir na tabela classificativa, depois de uma derrota pesada (0-3) no reduto do Torreense, uma equipa, tal como o Alverca, de “outro campeonato”.

O jogo desta manhã, no Campo Chã das Padeiras, estava em atraso e era relativo à 4.ª jornada do Campeonato. No próximo domingo, dia 6 de Dezembro, às 11h00, a UDS recebe o Loures, de novo em casa, no Campo Chã das Padeiras, sem a presença de público.

PUBLICIDADE
Leia também...

Árbitro ribatejano apita jogo entre Estrela da Amadora e SL Benfica

João Bento, árbitro da Associação de Futebol de Santarém, vai apitar o…

Benfica do Ribatejo incrédulo com decisão da Associação de Futebol de Santarém

O Grupo Desportivo de Benfica do Ribatejo está incrédulo com a resposta…

Jogador do Alverca caiu inanimado no jogo contra o U. Almeirim

O jogador do Alverca Alex Apolinário caiu hoje inanimado durante o jogo…

Morreu jogador do Alverca Alex Apolinário

 O futebolista brasileiro Alex Apolinário, do Alverca, morreu esta quinta-feira, 7 de…