A União Desportiva de Santarém Sad venceu esta tarde, no estádio Municipal da Marinha Grande, o Atlético Clube Marinhense por 3-1, em jogo a contar para a 3.ª jornada da fase de acesso à Liga 3.

Os golos da União foram apontados por Iuri Gomes aos 75’ (gp) e 84’ e Nuno André aos 81’.

O golo do AC Marinhense foi marcado por Adul Seidi ainda no primeiro tempo (33’).

PUBLICIDADE

Com esta vitória a União soma agora 4 pontos, os mesmos que o Condeixa que esta tarde perdeu em Alverca por 3-2.

Num jogo com duas partes bem distintas, no primeiro tempo, a União escolheu o corredor direito para encetar as suas saídas para o ataque sempre com Vasco Lopes a conduzir a bola e muitas vezes desapoiado, a procurar individualmente o que deveria ser uma acção do colectivo.

Não se estranha por isso que a turma da casa chegasse ao golo, à passagem do minuto 33, com Leonel Alves, o mais inconformado avançado dos locais, a fugir à marcação, primeiro de Vasco Lopes e depois de Claudio Tavares, e a cruzar para o remate de primeira de Adul Seidi. Um excelente golo a colmatar uma jogada rápida do ataque da turma da casa, a mais bonita do primeiro tempo e que colocou o Marinhense em vantagem.

Três minutos depois, Kiki Ballack teve oportunidade para empatar a partida num remate de cabeça no coração da pequena área do Marinhense, na sequência de um pontapé de canto apontado na direita por Vasco Lopes, mas a bola passou ao lado do poste direito da baliza à guarda de Jair.

Foi a melhor oportunidade da União para chegar ao golo em todo o primeiro tempo.

Contudo, a etapa complementar seria bem diferente, numa partida em que só a vitória interessava aos dois conjuntos.

Tal facto obrigou a turma de Acácio Santos a ir atrás do prejuízo e a subir com mais critério e a colocar mais jogadores na frente.

Logo à passagem do minuto 48, Vasco Lopes fez todo o trabalho na direita do seu ataque e combinou com Claudio Tavares que já no interior da área rematou por cima do travessão. Estava dado o mote para um segundo tempo que acabaria por ser electrizante, em particular no derradeiro quarto de hora, altura em que a União de Santarém viria a construir a sua vitória nesta partida.

Aos 75’ minutos, uma mão na área de um defesa do Marinhense levou o árbitro a apontar a marca de castigo máximo. Chamado a bater, Iuri Gomes empatou a partida.

Galvanizados pelo golo do empate, Nuno André, aos 81’, colocou a União em vantagem.

No minuto seguinte, valeu a defesa de Nuno Hidalgo, com os pés, a um remate na esquerda do ataque do Marinhense, a segurar a vantagem escalabitana.

Finalmente, aos 84’, o mesmo Iuri Gomes resolveria a partida, ao apontar o terceiro e último golo da União de Santarém que assim arrancou uma importante vitória fora de portas que a mantém na luta pelo acesso à Liga 3 na próxima época.

PUBLICIDADE
Leia também...

Árbitro ribatejano apita jogo entre Estrela da Amadora e SL Benfica

João Bento, árbitro da Associação de Futebol de Santarém, vai apitar o…

Benfica do Ribatejo incrédulo com decisão da Associação de Futebol de Santarém

O Grupo Desportivo de Benfica do Ribatejo está incrédulo com a resposta…

A festa dos adeptos do Sporting em Almeirim (C/FOTOS)

O Sporting Clube de Portugal sagrou-se campeão nacional, na noite do passado…

Jogador do Alverca caiu inanimado no jogo contra o U. Almeirim

O jogador do Alverca Alex Apolinário caiu hoje inanimado durante o jogo…