A União Desportiva de Santarém Sad venceu esta tarde, no estádio Municipal da Marinha Grande, o Atlético Clube Marinhense por 3-1, em jogo a contar para a 3.ª jornada da fase de acesso à Liga 3.

Os golos da União foram apontados por Iuri Gomes aos 75’ (gp) e 84’ e Nuno André aos 81’.

O golo do AC Marinhense foi marcado por Adul Seidi ainda no primeiro tempo (33’).

Com esta vitória a União soma agora 4 pontos, os mesmos que o Condeixa que esta tarde perdeu em Alverca por 3-2.

PUBLICIDADE

Num jogo com duas partes bem distintas, no primeiro tempo, a União escolheu o corredor direito para encetar as suas saídas para o ataque sempre com Vasco Lopes a conduzir a bola e muitas vezes desapoiado, a procurar individualmente o que deveria ser uma acção do colectivo.

Não se estranha por isso que a turma da casa chegasse ao golo, à passagem do minuto 33, com Leonel Alves, o mais inconformado avançado dos locais, a fugir à marcação, primeiro de Vasco Lopes e depois de Claudio Tavares, e a cruzar para o remate de primeira de Adul Seidi. Um excelente golo a colmatar uma jogada rápida do ataque da turma da casa, a mais bonita do primeiro tempo e que colocou o Marinhense em vantagem.

Três minutos depois, Kiki Ballack teve oportunidade para empatar a partida num remate de cabeça no coração da pequena área do Marinhense, na sequência de um pontapé de canto apontado na direita por Vasco Lopes, mas a bola passou ao lado do poste direito da baliza à guarda de Jair.

Foi a melhor oportunidade da União para chegar ao golo em todo o primeiro tempo.

Contudo, a etapa complementar seria bem diferente, numa partida em que só a vitória interessava aos dois conjuntos.

Tal facto obrigou a turma de Acácio Santos a ir atrás do prejuízo e a subir com mais critério e a colocar mais jogadores na frente.

Logo à passagem do minuto 48, Vasco Lopes fez todo o trabalho na direita do seu ataque e combinou com Claudio Tavares que já no interior da área rematou por cima do travessão. Estava dado o mote para um segundo tempo que acabaria por ser electrizante, em particular no derradeiro quarto de hora, altura em que a União de Santarém viria a construir a sua vitória nesta partida.

Aos 75’ minutos, uma mão na área de um defesa do Marinhense levou o árbitro a apontar a marca de castigo máximo. Chamado a bater, Iuri Gomes empatou a partida.

Galvanizados pelo golo do empate, Nuno André, aos 81’, colocou a União em vantagem.

No minuto seguinte, valeu a defesa de Nuno Hidalgo, com os pés, a um remate na esquerda do ataque do Marinhense, a segurar a vantagem escalabitana.

Finalmente, aos 84’, o mesmo Iuri Gomes resolveria a partida, ao apontar o terceiro e último golo da União de Santarém que assim arrancou uma importante vitória fora de portas que a mantém na luta pelo acesso à Liga 3 na próxima época.

PUBLICIDADE
Leia também...

Atleta do Santarém Basket Clube morre aos 13 anos de idade

Henrique Francisco, atleta do Santarém Basket Clube, faleceu no passado domingo, 11…

Benfica do Ribatejo incrédulo com decisão da Associação de Futebol de Santarém

O Grupo Desportivo de Benfica do Ribatejo está incrédulo com a resposta…

Árbitro ribatejano apita jogo entre Estrela da Amadora e SL Benfica

João Bento, árbitro da Associação de Futebol de Santarém, vai apitar o…

A festa dos adeptos do Sporting em Almeirim (C/FOTOS)

O Sporting Clube de Portugal sagrou-se campeão nacional, na noite do passado…