VÍDEO | Golegã quer ser “Destino de Interesse Turístico Internacional”

Falar da Golegã é falar de cavalos e da grande Feira Nacional a eles dedicada, com origens que remontam ao século XVI. Anualmente, pela altura do São Martinho, acontece a Feira Nacional do Cavalo, reunindo milhares de entusiastas equestres e muitos criadores para apreciar os melhores exemplares de cavalos de Portugal.

A Golegã volta a acolher criadores de cavalos, provas desportivas e actividades destinadas aos profissionais, amadores ou simples curiosos do mundo equestre. A XLIV Feira Nacional do Cavalo e a XXI Feira Internacional do Cavalo Lusitano decorrem entre 1 e 11 de Novembro, integradas na Feira de S. Martinho.

É a feira em que o país tradicional, rural e marialva se passeia ao longo do renovado picadeiro do largo do Arneiro e dos principais arruamentos da típica vila ribatejana, e que ao longo de dez dias continuar a provar que ainda não viu a sua tradição esmorecer.

A prova disso mesmo são as centenas de milhares de visitantes que por gosto, curiosidade ou tradição anualmente continuam a procurar a Golegã nesta altura do Outono. Prova-se a água-pé e a jeropiga e comem-se as castanhas assadas. E é também a altura em que se negoceiam por razoáveis milhares de euros alguns cavalos, sobretudo os mais apreciados da galardoada raça lusitana, enquanto os curiosos e muitos interessados observam o desfile de muitos outros exemplares numa atmosfera que a Golegã torna única.

Razões pelas quais o presidente da autarquia, José Veiga Maltez, reclama para a Golegã o estatuto de “Destino de Interesse Turístico Internacional”.
“Trata-se de um evento de projecção internacional que dinamiza a indústria turística nacional, por concorrer como uma das suas plataformas promocionais mais importantes, merecendo ser declarada como Destino de Interesse Turístico Internacional, à semelhança de algumas suas congéneres europeias”, refere o autarca.

“Na verdade, a Feira da Golegã, a de São Martinho, que nasceu em 1571, tornando-se, também, em 1972, Feira Nacional do Cavalo, e em 1999, Feira Internacional do Cavalo Lusitano, é um marco singular do calendário festivo português”, acrescenta ainda Veiga Maltez.

“Na nossa Feira desfila uma maneira de ser e de estar, sobretudo pelo Cavalo Lusitano, com o qual, ao longo dos últimos séculos, desenvolvemos uma equitação superior, aliada à sua selecção criteriosa, nas últimas três décadas, que elevou as suas qualidades morfo-funcionais, tornando-o mais atractivo e procurado pelo mundo equestre, de todos os Continentes, sendo a Golegã, por alturas da Feira, o seu mais digno entreposto comercial”, diz ainda.

Ao longo destes dias, haverá lugar para as mais diversificadas iniciativas tendo como elo comum a cultura equina. Concursos de atrelagem, apresentação de cavalos puro-sangue, apresentação de cavalos montados, concursos de saltos de obstáculos e de cavalos de sela, além de um contínuo desfile de amazonas, cavaleiros e atrelagens no largo do Arneiro e jogos de horseball integram um programa cheio de actividades dedicadas ao cavalo.

Destaques do Programa de 1 a 7 de Novembro

1 DE NOVEMBRO, SEXTA-FEIRA
HIPPOS GOLEGÃ / CENTRO DE ALTO RENDIMENTO DE DESPORTOS EQUESTRES – 08h00 – Concurso Nacional Especial de Saltos de Obstáculos.
EQUUSPOLIS – 18h00 – Abertura da Exposição de Pintura “A Saudade da Emoção Lusitana”, de Sabine Marciniak.
CLUBE DO CRIADOR (PICADEIRO LUSITANUS) ARNEIRO DA FEIRA – 19h00 – Abertura da Exposição Pintura e Escultura de Beatrice Bulteau; 19h00 – Abertura da Exposição de Aguarelas e Cerâmica, de Ana Dias e Francisco Dias.

2 DE NOVEMBRO, SÁBADO
CASA-RELVAS – 18h00 – Abertura da Exposição de Fotografia “Feira da Golegã”, de Marco Fernandes.

3 DE NOVEMBRO, DOMINGO
ARNEIRO DA FEIRA – 11h00 – Concurso de Atrelagem Nacional (CAN 2) — Prova de Cones; Entrega de Prémios do CAN 2; 15h30> Taça de Portugal de Equitação de Trabalho — Prova de Velocidade; Entrega de Prémios Taça de Portugal Equitação de Trabalho.

4 DE NOVEMBRO, SEGUNDA FEIRA
CAMPO DE TÉNIS GOLEGÃ – XXII Open Golegã FNG – 14h00 – Final Femininos; 16h00 – Final Masculinos

5 DE NOVEMBRO, TERÇA FEIRA
PICADEIRO LUSITANUS – 21h00 – Campeonato Nacional Inter Escolar — Prova de Volteio Artístico

6 DE NOVEMBRO, QUARTA FEIRA
QUINTA DA LABRUJA – 14h30 Campeonato Nacional Inter Escolar — Prova de Corta Mato por Equipas

7 DE NOVEMBRO, QUINTA-FEIRA
DIA DOS CRIADORES
ARNEIRO DA FEIRA – LX Concurso Nacional de Apresentação do Cavalo de Sela FNC e XXI Concurso Nacional de Apresentação do Cavalo de Sela da Feira Internacional do Cavalo Lusitano – 10h30- Poldros de 3 anos, apresentados à mão; 14h30 – Cavalos de 4 anos, apresentados montados; 16h30 – Cavalos de 5 anos ou mais, apresentados montados; Entrega de prémios no final de cada Classe;
19h00 – Desfile de Cavaleiros Tauromáquicos – Homenagem a Joaquim Bastinhas;
21h30 – Recordar Dr. Filipe Figueiredo (Graciosa);
22h00 – Espectáculo Equestre do Centro Equestre da Lezíria Grande, com a presença da Escola Portuguesa de Arte Equestre.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS