O primeiro-ministro e a ministra da Saúde inauguraram hoje o Bloco Operatório Central e o novo Bloco de Partos do Hospital de Santarém. A cerimónia coloca um ponto final numa obra que se arrastou ao longo de sete anos e que provocou vários constrangimentos ao funcionamento do hospital.

Foram investidos no Hospital de Santarém cerca de 6 milhões de euros – quatro milhões em obra e 2,4 milhões de euros em equipamentos – visando um bloco operatório “a funcionar a 100%” para combater as listas de espera e cumprir as metas assistenciais, prevendo-se um aumento da actividade cirúrgica da ordem dos 35%, com as cinco salas de que passa agora a dispor.

No caso do bloco de partos, ficou dotado de salas para cesarianas e de quartos individuais, sendo que o objectivo é aumentar o número de partos de 1.100 para 1.500.

PUBLICIDADE
Leia também...

Escola Sá da Bandeira assinala ‘175 anos de futuro’

No próximo dia 11 de Outubro, a Escola Secundária Sá da Bandeira…

Casa de Carlos Guedes de Amorim foi palco de “ajuste de contas” entre o fado e a arquitectura

O arquitecto escalabitano Carlos Guedes de Amorim abriu as portas de sua…

ASPA: Abandono de animais continua à revelia da lei

A lei que criminaliza os maus-tratos e abandono de animais tem três…

Benfica do Ribatejo: Uma freguesia que se orgulha dos seus elementos culturais

O ‘Correio por Terras do Ribatejo’ foi visitar a freguesia de Benfica do…