A livraria ‘Aqui Há Gato’, em Santarém, foi eleita em 2020 a “Livraria Preferida” dos portugueses, na votação promovida pela Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL). Para Sofia Vieira, psicóloga educacional, actriz e contadora de histórias, a distinção da livraria que criou em 2007, no Centro Histórico de Santarém, é um “reconhecimento pelo serviço público” prestado, sobretudo durante a quarentena imposta pela pandemia da covid-19. A livraria fechou portas a 14 de Março devido à pandemia, acabando igualmente as oficinas e as actividades dos sábados, assim como as histórias e os espectáculos nas escolas e teatros em vários pontos do país, mas Sofia Vieira “reinventou” o espaço, continuando a “levar alegria” às crianças através da página da ‘Aqui Há Gato’ no Facebook, Instagram, Youtube e loja online.

A livraria ‘Aqui Há Gato’ foi distinguida em 2020 como a livraria preferida dos portugueses. Como mentora deste projecto o que sente ao ser reconhecida desta forma?
Muito Feliz! Nos últimos anos têm sido várias as tentativas para conseguir o primeiro lugar. De qualquer forma já era motivo de orgulho uma livraria Infantil, Independente, em Santarém, conseguir estar entre o segundo ou quarto lugar a nível nacional. Foi este ano! Com a pandemia, a ‘Aqui Há Gato’ foi a casa de muitas famílias através das redes sociais, e isso, fez toda a diferença!

O que é que podemos encontrar no estabelecimento?
Magia! Magia nos livros infantis, nos fantoches feitos por nós, nas oficinas artísticas. Um espaço para descobrir mistérios!

PUBLICIDADE

Porque é que decidiu implementar a livraria no Centro Histórico de Santarém? Tem vantagens?
Foi um dos objectivos… ‘Aqui há Gato’ no Centro Histórico para que pertença à história de Santarém, para que faça parte da rotina das famílias, para que seja um ponto de encontro. Vantagens? Todas. Há muito para melhorar no Centro Histórico, mas eu acredito que depende muito de nós e claro, do município.

De que forma se adaptou aos tempos de pandemia?
No dia 14 de Março, quando todos ficaram em casa, o ‘Aqui Há Gato’ carregou no botão do directo das redes sociais e realizou sessões de histórias todos os dias até Junho. Sabíamos que era importante dar o melhor de nós, e se o melhor de nós era contar histórias, nós assim o fizemos! De momento temos as nossas sessões presenciais (histórias, teatros, oficinas) canceladas, mas a nível digital (facebook, instagram, youtube, loja online) estamos muito activos!

A Sofia tem vindo a usar as redes sociais para divulgar o seu trabalho. A digitalização dos negócios é essencial para o futuro?
Sem dúvida. Se não existisse essa possibilidade, não teria sido possível resistir! Tem sido fundamental, mas sentimos falta das relações humanas!

A leitura é fundamental para muitas áreas mas sobretudo a nível emocional.

Nos últimos anos os portugueses tem perdido o hábito de leitura. Considera importante desenvolver este hábito nas crianças desde de tenra idade?
Considero que se lê cada vez mais, e que o livro infantil deixou de ser visto como livro “apenas” para crianças. A leitura é fundamental para muitas áreas mas sobretudo a nível emocional. Com uma boa história aprendemos a viver!

Para além da ‘Aqui Há Gato’ que mais projectos desenvolve?
Neste momento, “apenas” a ‘Aqui Há Gato’… não há tempo para mais. A ansiedade é muita e o foco está apenas em conseguir enfrentar esta grande tempestade!

Tem novos projectos em carteira para o futuro?
Sim, mas são segredo… hummm “Aqui há Gato”!

Música preferida?    
Todas dos Queen.

Viagem?  
Escócia: Qualquer floresta.

Se pudesse alterar um facto da história, qual escolheria?   
2ª Guerra Mundial.

Se um dia tivesse de entrar num filme, que género preferiria? 
Desenho Animado | Animação.
  
Qual seria o título do livro da sua vida?   

Aqui Há… Histórias.

Acordo ortográfico, sim ou não?
Não.

PUBLICIDADE
Leia também...

“Só o comportamento responsável de cada um pode ajudar a resolver a pandemia”

João Amado é comandante distrital de Santarém da PSP há quatro anos.…

“Não posso concordar com o folclore mediático feito à volta das primeiras administrações das vacinas”

António Pinto Correia, presidente da Mesa da Assembleia Sub-Regional da Ordem dos…

“Os enfermeiros nunca são só enfermeiros”

A melhor aluna do Instituto Politécnico de Santarém no ano lectivo 2019/2020…

“Os alunos precisam de sítios acessíveis para viverem”

Mariana Marques, de 22 anos, frequenta o mestrado em Contabilidade e Finanças…