Águas de Santarém prossegue com reabilitação dos sistemas de abastecimento e colectores

A Águas de Santarém na continuidade da reabilitação de infra-estruturas de maior fragilidade ao nível do abastecimento, procedeu à substituição das condutas, elevatória e de distribuição de água, entre a captação da Gançaria e a Rua 8 de Setembro e entre o limite do concelho e Mosteiros. Na sequência destes trabalhos procedeu-se também à repavimentação da estrada que liga o concelho a Mosteiros.

No início do mês de Outubro e pelo período de 120 dias decorrerá mais uma fase do projecto de reabilitação com substituição das duas condutas principais no sistema de Gançaria no troço entre a Rua Dr. Silvino Sequeira e os Reservatórios de Gançaria (zona da Maqueda).

Mais uma vez e na mesma senda de minimização do impacto de abertura de vala e consequente morosidade do processo e inconvenientes para os utentes e utilizadores das vias afectadas será utilizado o método pipe bursting, sem abertura de vala em toda a extensão do traçado.

PUBLICIDADE

Águas de Santarém reabilita colector com recurso a tecnologia de ponta

Numa perspectiva de avaliação/diagnóstico do estado de conservação de colectores, foi efectuada uma inspecção vídeo, tendo sido observadas patologias que sugerem necessidade de intervenção no colector de águas residuais domésticas que atravessa a “Rua O” na zona do Hospital de Santarém.

Assim, e de forma preventiva, entendeu a Águas de Santarém proceder à reabilitação da infra-estrutura, antecipando problemas de maior escala.

De modo a minimizar o impacto da intervenção para a população quer ao nível da qualidade de serviço no âmbito do saneamento de águas residuais quer ao nível da utilização da via pública de reconhecida importância para a circulação viária, os trabalhos serão executados com recurso a técnicas inovadoras que dispensam a abertura de vala (no digging), através do método de relining, que consistirá na passagem de uma manga flexível pelo interior do coletor, inflada e moldada ao formato do colector existente com a aplicação de resinas. Após secagem, além do reforço estrutural que confere, irá restituir o normal funcionamento do colector na condução das águas residuais do sistema em que se inclui.

No local, este colector está a cerca de 8 metros de profundidade, sendo que este sistema permitirá executar em cinco dias uma reabilitação que, com o sistema tradicional de vala aberta, demoraria várias semanas e obrigaria ao desvio do trânsito neste troço da Rua O.

Com esta opção haverá apenas condicionamento de trânsito numa faixa, no sentido Santarém/A1, de 15 a 19 de Outubro durante o período normal de trabalho.

PUBLICIDADE
info, , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS