Alunas de Tomar entram em cursos superiores com a média de acesso mais alta do país

Eva Claro e Catarina Garcia Cartaxo, alunas da Escola Secundária Stª Maria do Olival, do Agrupamento de Escolas Nuno de Santa Maria de Tomar entraram nos curso de Engenharia Aeroespacial e Engenharia Física Tecnológica, os dois cursos com médias mais altas do país, com médias de 19,35 e 19,20, respectivamente.

Eva Claro entrou no curso de Engenharia Aeroespacial, curso que tem a média de acesso mais alta do país (nota mínima: 18,95), com a média de candidatura de 19,35 valores.

Por sua vez, Catarina Cartaxo entrou no curso de Engenharia Física Tecnológica, curso com a segunda média de acesso mais elevada do país (18,88), com a média de candidatura de 19,20 valores.

Estas duas alunas receberam ainda da Escola Secundária Stª Maria do Olival os diplomas de mérito académico pelas notas alcançadas no período lectivo passado.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS