A população de Vaqueiros, no concelho de Santarém, está a alertar para mais uma situação de poluição no rio, que está a deixar as águas escuras, com espuma e um cheiro intenso.

Nas redes sociais, são vários os registos que dão conta de mais este caso, que é recorrente ao longo de vários anos. Contactado pelo Correio do Ribatejo, Firmino Oliveira, ex-presidente da extinta Junta de Freguesia de Vaqueiros confirma este incidente que, segundo refere, poderá agravar-se nos próximos dias, com a esperada subida do caudal.

A situação foi detectada durante a manhã de terça-feira, por vários populares, na aldeia de Vaqueiros, onde a água escura exalava um cheiro tóxico, e continha espuma.

PUBLICIDADE

“Já na semana passada, a água do rio ia negra”, descreveu ao nosso jornal, apontando que esta situação poderá estar relacionada com uma descarga poluente de origem industrial, vinda a montante do concelho de Alcanena.

“É sabido que muito do investimento previsto não se realizou e muitos projectos ficaram na gaveta. As pessoas continuam a sofrer, o que é incompreensível”, desabafou.

PUBLICIDADE
Leia também...

Chuva está de regresso e coloca Santarém sob aviso amarelo

A chuva está de regresso ao distrito de Santarém a partir desta…

Aviso amarelo para o distrito de Santarém devido a temperaturas baixas

O tempo frio levou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera…

Câmara de Santarém instala 150 “caixas-ninhos” no concelho

A Câmara Municipal de Santarém está a instalar 150 “caixas-ninhos” identificadas e…

Frio mantém distrito de Santarém em aviso amarelo

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera vai manter o distrito…