Antevisão ao XIX Congresso da Federação Distrital de Santarém do PS

Está marcado para sábado, 12 de setembro, na Escola Secundária de Ourém, o XIX Congresso da Federação Distrital de Santarém do Partido Socialista (PS).

Passamos por um momento atípico em virtude da Covid-19, mas a democracia e a cidadania não podem ser limitadas por esta pandemia, assim sendo este ano o Congresso irá decorrer apenas entre as 14h e as 19h00 e com um regime onde parte dos delegados irão estar em formato digital. Serão respeitadas todas as recomendações da Direcção-Geral de Saúde, de modo a garantir a segurança de todos.

A pandemia colocou-nos perante novos desafios que temos que saber ultrapassar em conjunto. Enquanto Presidente da Federação Distrital de Santarém do PS estou confiante nos bons frutos que resultarão deste Congresso.

PUBLICIDADE

Numa antevisão aos trabalhos, este congresso representa o momento em que se prepara a estrutura distrital para as eleições autárquicas que se aproximam a passos largos pelo que é crucial congregar esforços. O PS tem muito orgulho no trabalho dos seus autarcas municipais e de freguesia, e estamos cientes da responsabilidade que é sermos a força motriz do desenvolvimento do distrito.

Desde março que vivemos um período extraordinário que veio alterar as nossas rotinas, perspetivas e vivências. Inclusive, as eleições da Federação de Santarém do PS acabaram por ser adiadas por vários meses e tiveram o seu culminar a 18 de julho. Saímos mais fortes de tudo isto. A atual situação pandémica colocou novos e importantes desafios, mas soubemos, com resiliência, superar cada obstáculo.

O PS tem de estar no centro das respostas, quer económicas, quer sociais, que os novos tempos nos impõem. Confio muito nas empresas e nos trabalhadores do nosso distrito.

A nível de infraestruturas, a Federação deve ser intransigente a defender o investimento público de qualidade na região, que deve ser uma alavanca para o desenvolvimento, para competitividade e para a coesão territorial, mas sempre alicerçados nos valores da defesa do meio ambiente. Devemos apostar na ferrovia e na rodovia e igualmente no digital.

O ambiente, a saúde, a educação, o setor social ou agricultura vão merecer muita atenção da Federação, onde temos de ter em todas as áreas as respostas mais eficientes e eficazes. Temos muito trabalho para mostrar, mas muito para continuar.

A maneira de fazer política está a mudar e também os agentes políticos têm que trabalhar a aproximação com os eleitores, adaptando a organização interna aos novos tempos. Estamos preparados para que este XIX Congresso seja um passo para que se devolva mais confiança e garantir a resiliência que nos caracteriza.

Hugo Costa – Deputado do PS eleito por Santarém

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS