Entre 3 a 8 de Julho, vai decorrer a intervenção artística urbana de João Samina em homenagem a Salgueiro Maia – o rosto da coragem da Revolução dos Cravos – que vai dar vida à fachada da antiga Escola Prática de Cavalaria, em Santarém.

Trata-se de mais uma iniciativa integrada na programação do In. Santarém 2019 – Festival de Artes e Cultura. A intervenção é da responsabilidade do arquitecto João Samina, que desde muito cedo teve contacto com o mundo das artes, especialmente com o desenho e com a pintura.

Aos 14 anos, Samina, assim conhecido no mundo da arte urbana, começou a espalhar adesivos pelas ruas e discretamente começou a sua carreira no mundo da arte de rua. Durante vários anos acompanhou o crescimento do movimento e assim foi crescendo como artista autodidacta. E é precisamente nesse período que descobre a arte do stencil tendo em 2010 produzido um grande e consistente trabalho. Desde então, Samina busca constantemente novas emoções e experiências em cada trabalho que desenvolve, construindo uma linguagem própria, usando técnicas de stencil com outros elementos de arte a partir das suas próprias raízes (arte de rua, design gráfico, pintura e arquitetura).

PUBLICIDADE

Em 25 de Abril de 1974, Salgueiro Maia teve o seu encontro com a História. Ao princípio da madrugada, na parada da Escola Prática de Cavalaria, afirmou perante 240 homens: “Meus senhores, como todos sabem, há diversas modalidades de Estado: os Estados sociais, os corporativos e o estado a que chegámos. Ora, nesta noite solene, vamos acabar com o estado a que chegámos! De maneira que, quem quiser vir comigo, vamos para Lisboa e acabamos com isto. Quem for voluntário, sai e forma. Quem não quiser sair, fica aqui!”. Todos cedem ao carisma de Salgueiro Maia. Às três e meia da manhã, dez viaturas blindadas atravessam a porta de armas da EPC, comandadas pelo capitão sem medo. O objetivo é atingir… Toledo, o nome de código para o Terreiro do Paço e os seus ministérios – o coração do regime.

A História consagra-o como o maior exemplo de coragem da revolução de 25 de Abril de 1974. Salgueiro Maia, o capitão sem medo, desapareceu a 4 de Abril de 1992.

PUBLICIDADE
Leia também...

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

“Inspiro-me muito nas minhas vivências e nas raízes em Alpiarça“

Joana Almeirante é natural do concelho de Santa Maria da Feira, mas…

Capela Dourada reabre ao público após obras de restauro e recuperação (c/vídeo)

A Capela Dourada, contígua à igreja de Jesus Cristo, reabriu ao público,…