O Bloco de Esquerda (BE) fez aprovar, por unanimidade, um requerimento para o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, prestar esclarecimentos relativamente ao contrato de concessão dos Correios de Portugal (CTT). O pedido, com carácter de urgência, mereceu o voto favorável de todos os partidos representados na Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação.

Segundo a deputada do BE Fabíola Cardoso, eleita pelo círculo eleitoral de Santarém, “o Bloco decidiu chamar o ministro com a tutela dos CTT, pois é impossível ignorar o mau serviço postal no distrito e no País, sendo esta também uma forma de nos solidarizarmos com as trabalhadores e trabalhadores dos Correios de Portugal, que encontraram na greve do passado mês de Setembro, a única forma de defender o serviço universal de correio e melhores condições de trabalho”.

O BE acusa o Governo de “pretender renovar o contrato de concessão por mais sete anos recorrendo a ajuste directo” e exige ainda “o cabal esclarecimento da decisão de renovação de contratação, dos seus moldes e critérios, com vista a garantir a transparência de um processo importante para o futuro do serviço postal em Portugal”.

PUBLICIDADE
Leia também...

Mercadona cria 65 novos empregos com abertura de nova loja em Santarém

Em 2022.

Mercadona constrói maior bloco logístico da empresa em Almeirim

A Mercadona, maior cadeia espanhola de supermercados, anunciou que vai construir um…

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…

Moinho de Fau e Restaurante no Jardim das Portas do Sol colocados em hasta pública

A Câmara Municipal de Santarém vai realizar um hasta pública, no próximo…