A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos recebeu no passado dia 18 de Dezembro, a receita da bilheteira do jogo da Supertaça de Futsal, que se realizou a 30 de Agosto, em Torres Novas.

João Paiva Ribeiro, Vice-Presidente da Direção da Associação, recebeu das mãos de Rui Manhoso, em representação da Federação Portuguesa de Futebol, um cheque de 3120 euros, valor que iria reverter a favor do Município de Torres Novas mas que a autarquia entregou à instituição, numa cerimónia que decorreu nas instalações da Câmara Municipal de Torres Novas.

Pedro Ferreira, Presidente da autarquia, agradeceu e saudou todos os presentes neste momento importante e especial de solidariedade entre a Federação Portuguesa de Futebol, a Associação de Futebol de Santarém e o Município.

PUBLICIDADE

“É com muito agrado que vamos entregar este cheque à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos, que tanto precisam, para que possam continuar o seu trabalho, melhorando os seus serviços e para que mantenham viva esta associação”, referiu o edil.

Francisco Jerónimo, presidente da AF Santarém, congratulou o desenlace do jogo Supertaça de Futsal – Benfica vs Sporting, e considerou que “este prémio é entregue a uma instituição de grande prestígio, e tão importante que é para o concelho de Torres Novas e toda a região”.

Rui Manhoso, que representou a Federação Portuguesa de Futebol, referiu que “a Federação tem feito muitas acções como esta” e apesar de ter “como principal missão o futebol” e ajudar os seus clubes pode também, “mediante as possibilidades, ajudar as muitas carências que existem pelo país”.

Por fim, o Vice-Presidente dos Bombeiros Voluntários Torrejanos, João Paiva Ribeiro, agradeceu a entrega do valor à instituição e realçou que “os bombeiros são uma família, e como todas as famílias, têm momentos bons e menos bons. Um dos grandes problemas desta família, é a falta de financiamento, que advém das exigências cada vez maiores que são necessárias para levar um operacional para fazer uma missão”.

Os custos para terem a corporação bem protegida são muito elevados, por isso “esta verba, que é sempre curta, mas é sempre bem vinda, vem de facto ajudar a que os nossos homens e mulheres possam desempenhar com segurança as funções para as quais se formam todos os dias”, conclui o representante da instituição.

PUBLICIDADE
Leia também...

Atleta do Santarém Basket Clube morre aos 13 anos de idade

Henrique Francisco, atleta do Santarém Basket Clube, faleceu no passado domingo, 11…

Benfica do Ribatejo incrédulo com decisão da Associação de Futebol de Santarém

O Grupo Desportivo de Benfica do Ribatejo está incrédulo com a resposta…

Árbitro ribatejano apita jogo entre Estrela da Amadora e SL Benfica

João Bento, árbitro da Associação de Futebol de Santarém, vai apitar o…

A festa dos adeptos do Sporting em Almeirim (C/FOTOS)

O Sporting Clube de Portugal sagrou-se campeão nacional, na noite do passado…