A Câmara de Mação aprovou por unanimidade o orçamento municipal para 2019 de 12,8 milhões de euros, mais cerca de 300 mil euros que o documento aprovado para o exercício deste ano, anunciou hoje a autarquia.

Em nota de imprensa, o executivo de maioria social democrata, presidido por Vasco Estrela, refere que o orçamento municipal para 2019, no valor de 12,8 ME, foi aprovado por unanimidade na reunião privada de dia 29 de Outubro, sendo um valor que “responde às necessidades que o momento exige”, mas, que “se reveste de inúmeras condicionantes e variáveis”.

Segundo é referido no documento aprovado pela autarquia, “este orçamento e execução do mesmo”, apresenta-se “com um grau de imprevisibilidade de que não há memória, pelo menos nos anos mais recentes”, já que “o processo de descentralização terá um enorme peso e relevância”, particularmente nas áreas da educação e saúde.

A este factor “acresce o processo de recuperação das infraestruturas destruídas pelos incêndios de 2017” e a necessidade de “avançar com as obras relativas ao Fundo de Emergência Municipal (FEM) que, a não existir alterações, farão despender de mais de um milhão de euros do orçamento municipal num ano”, lê-se ainda no documento.

Os objectivos definidos por este orçamento assentam, em termos genéricos, em seis áreas de actuação, definidas como “fundamentais para o desenvolvimento do concelho”: a inovação e acção social, educação e cultura, empreendedorismo, floresta e sistema agroflorestal, valorização dos recursos e reabilitação e manutenção de infraestruturas e património.

Iniciar a construção do Centro de Actividades Ocupacionais (CAO), concluir o Núcleo Museológico de Ortiga, iniciar as obras de reabilitação do piso inferior do Museu e do Cineteatro Municipal, reabilitar a Escola Básica de Cardigos, iniciar os procedimentos para a expansão da Zona Industrial das Lamas, e construir Faixas de Intervenção de Combustíveis, são algumas das medidas inscritas.

No documento é ainda destacado um projecto de parceria com a Associação Pinhal Maior de produção de produtos de agricultura biológica que permitirá que, em Mação – no Centro de Negócios -, fique instalada a base logística do mesmo com a Central de armazenamento, embalamento e posterior distribuição de produtos dos cinco concelhos da região, investimento que ascenderá a cerca de 150 mil euros.

O documento aprovado pelo executivo municipal vai ainda ser submetido à apreciação da Assembleia Municipal de Mação.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.