A Câmara Municipal do Cartaxo vai avançar com uma candidatura para instalar um Loja do Cidadão na cidade. A pretensão foi anunciada pelo presidente da autarquia, João Heitor, no final da sessão da Assembleia Municipal, que se realizou no dia 22 de Fevereiro.

A proposta foi apresentada e aprovada, por unanimidade, na reunião de executivo de dia 15 de Fevereiro, e aprovada em Assembleia Municipal realizada ontem, dia 22 de fevereiro, com votos favoráveis do PSD, CDU, BE e abstenção do PS e Chega.

“Foi aprovada a proposta do executivo para que possa ser registada, em nome do Município, uma parcela de terreno, com a área de 819,30 m2, situada junto ao edifício que é conhecido como a Escola do Centro”, refere João Heitor, presidente da autarquia.

O autarca afirmou que “estão reunidas as condições para que o Cartaxo possa mostrar à Agência para a Modernização Administrativa (AMA), o seu empenho em integrar o alargamento da rede de Lojas do Cidadão. Queremos muito, já trabalhámos e vamos continuar a trabalhar muito, para que uma das dez lojas que vão ser financiadas pela AMA seja construída no nosso concelho”.

Na sequência da aprovação de passagem para o Município, da parcela de terreno, realizou-se hoje, dia 25 de fevereiro, uma reunião extraordinária da Câmara Municipal, com um ponto único na ordem de trabalhos – submissão de candidatura à instalação da Loja do Cidadão, no concelho do Cartaxo -, que foi aprovada por maioria, com os votos a favor do presidente da Câmara Municipal e dos vereadores com pelouros e a abstenção dos vereadores do PS.

João Heitor explicou que a Loja do Cidadão do Cartaxo, caso a candidatura seja aprovada pela AMA, será a primeira Loja do Cidadão a ser construída de raiz – a Câmara Municipal deverá assumir apenas o pagamento do IVA e eventuais trabalhos de enquadramento da obra no espaço público envolvente. O investimento previsto é de 1 milhão de euros.

Na Loja do Cidadão do Cartaxo passará a estar localizado o atendimento público de três serviços essenciais aos cidadãos e empresas -a Autoridade Tributária e Aduaneira, a Segurança Social e o Instituto dos Registos e Notariado-, assim como, o Espaço Cidadão que funciona no edifício-sede do Município.

A Loja do Cidadão constitui um modelo de atendimento cujo objectivo principal é a prestação célere e personalizada, num único local público, de um conjunto de serviços de atendimento ao cidadão, alicerçado em backoffices ou escritórios digitalizados.

A localização escolhida para o espaço, teve em conta imposições da AMA e três premissas definidas pelo executivo – respeito pelo património, reabilitação do espaço público e valorização de uma zona habitacional e central da cidade

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Médico detido por abuso sexual de menores

Um homem de 27 anos foi detido esta manhã no Bairro de…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.