Cartaxo em Alerta Vermelho dias 02 e 03 de Agosto

Previsão de calor extremo para os próximos dias, com temperaturas acima dos 40 graus, leva Cartaxo a adoptar medidas de prevenção para minimizar situações de risco.

Segundo a informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), nos próximos dias, o Cartaxo vai enfrentar temperaturas acima dos 40 graus e ficar sob alerta vermelho nos dias 02 e 03 de Agosto.

Com o objectivo de reforçar as medidas de prevenção e minimizar as situações de risco inerentes às elevadas temperaturas que se farão sentir, Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, e Elvira Tristão, vereadora com o pelouro da Acção Social e Saúde, reuniram ontem, dia 31 de Julho, com elementos do Serviço Municipal de Protecção Civil, Bombeiros Municipais, GNR, PSP, Autoridade de Saúde Pública, Santa Casa da Misericórdia do Cartaxo e técnicos da área de acção social da autarquia.

Para Pedro Magalhães Ribeiro, “a preocupação com a segurança e bem-estar da população é a nossa prioridade” pelo que a Câmara Municipal, em conjunto com a Autoridade de Saúde Pública e Instituições de Solidariedade Social (IPSS) do concelho, vai disponibilizar – em todas as freguesias –  abrigos temporários para os grupos vulneráveis, de acordo com o Plano de Contingência de Saúde Sazonal – Modo de Verão – Nível Local, em vigor de 1 de Maio a 30 de Setembro.

Com o concelho do Cartaxo em alerta amarelo, hoje, dia 01 de Agosto e vermelho, nos dias 02 e 03 – quinta e sexta-feira –, o Serviço Municipal de Protecção Civil reforçou, ainda, as acções de vigilância da floresta e colocou em prática as medidas previstas no Plano Operacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Temperaturas Extremas | Medidas Preventivas

  • Procurar ambientes frescos e arejados ou climatizados;
  • Aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta natural sem açúcar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 17 horas. Utilizar protector solar com factor igual ou superior a 30 e renovar a sua aplicação de duas em duas horas e após os banhos na praia ou piscina;
  • Usar roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas e óculos de sol com protecção ultravioleta;
  • Evitar actividades desportivas e de lazer no exterior;
  • Escolher as horas de menor calor para viajar de carro e não permanecer dentro de viaturas estacionadas e expostas ao sol;
  • Dar atenção especial a grupos mais vulneráveis ao calor, tais como, crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com actividade no exterior, praticantes de actividade física e pessoas isoladas;
  • Seguir as recomendações do médico assistente ou da Saúde 24: 808 24 24 24 – no caso de doentes crónicos ou sujeitos a terapêuticas e/ou dietas específicas;
  • Assegurar que as crianças consomem frequentemente água ou sumos de fruta natural e que permanecem em ambiente fresco e arejado. As crianças com menos de 6 meses não devem estar sujeitas a exposição solar, directa ou indirecta;
  • Contactar e acompanhar os idosos e outras pessoas que vivam isoladas. Assegurar a sua correta hidratação e permanência em ambiente fresco e arejado;
  • Ter cuidados especiais, no caso das grávidas: moderar a actividade física, evitar a exposição directa ou indirecta ao sol e garantir ingestão frequente de líquidos.

Grupos vulneráveis

  • As crianças nos primeiros anos de vida;
  • As pessoas idosas;
  • Os portadores de doenças crónicas (nomeadamente doenças cardiovasculares, respiratórias, renais, diabetes, alcoolismo);
  • As pessoas obesas;
  • As pessoas acamadas;
  • As pessoas com problemas de saúde mental;
  • As pessoas a tomar alguns medicamentos, como anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos, anti-depressivos, neurolépticos, entre outros;
  • Os trabalhadores expostos ao sol e/ou ao calor;
  • As pessoas que vivem em más condições de habitação.
info, ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS