Cartaxo lamenta a morte do gestor António Domingues

O presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, lamentou na quarta-feira, 19 de Agosto, a morte de António Domingues, gestor fabril na empresa Saprogal do Cartaxo e Trofa e também ligado ao desenvolvimento cultural e social da comunidade cartaxense.

António Domingues, de 66 anos, desempenhou o cargo de tesoureiro na Sociedade Filarmónica Cartaxense e de presidente e ensaiador do Rancho Folclórico do Cartaxo, tendo integrado os órgãos sociais da Federação do Folclore Português. Foi ainda associado do Ateneu Artístico Cartaxense e da Associação de Caçadores do Cartaxo e membro da Assembleia de Freguesia do Cartaxo, eleito nas listas do Partido Socialista.

Numa nota de pesar, o autarca cartaxense enaltece “as qualidades humanas do Senhor António Domingues e o seu compromisso com a nossa comunidade, de que é testemunho o serviço público prestado em prol da nossa vida associativa, cultural e social”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS