A Câmara Municipal da Chamusca está a lançar um ‘Programa de Apoio à Recuperação do Comércio Local do Concelho’, para dar resposta e minimizar as consequências económicas da interrupção forçada de actividade devido à crise sanitária criada pela pandemia Covid-19.

Segundo a autarquia, este apoio é direccionado ao comércio local,, sobretudo às actividades económicas que tiveram uma redução drástica na facturação durante os meses de Outubro, Novembro e Dezembro de 2020. O objectivo do programa é impulsionar a recuperação do negócio e a consequente manutenção dos postos de trabalho.

Este novo apoio surge após o Município ter também aprovado Fundo de Emergência Social – Famílias, lançado recentemente e focado no apoio às despesas dos agregados familiares mais afectados pela crise pandémica

PUBLICIDADE

“O facto do Município da Chamusca se encontrar em condições de estabilidade financeira para poder proporcionar estes apoios. Sabendo das consequências graves desta crise, sobretudo pela redução do consumo e pelo encerramento parcial ou total das empresas, com impacto no rendimento disponível das famílias, o Município avança com este Programa na consciência de que o comércio local e a restauração detêm postos de trabalho que são essenciais manter”, lê-se na nota de imprensa da autarquia.

“Esta é a altura de relançarmos a nossa economia, sustentando o esforço que diariamente é feito pelo nosso sector empresarial local, maioritariamente composto por pessoas singulares ou de cariz familiar, e que tem procurado adaptar-se à pandemia mas que, depois de todos estes meses, necessita de um novo fôlego”, destaca o Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado. E acrescenta: “nesta primeira fase disponibilizamos um valor já significativo, de cerca de 150 mil euros, para que possamos criar a almofada de conforto para alavancar a retoma destas empresas”. “Sabemos da resiliência das nossas empresárias e dos nossos empresários, que escolheram o concelho da Chamusca para investir e, em conjunto, com medidas de proximidade, estamos a apostar no futuro do nosso concelho, mantendo os rendimentos das famílias e os postos de trabalho”, conclui Paulo Queimado.

O prazo para envio de candidaturas é até ao próximo dia 31 de Março e os interessados devem preencher o formulário disponível no website da autarquia.

PUBLICIDADE
Leia também...

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…

Rotary Clube de Santarém distingue Sílvia Carreira como profissional do ano

Sílvia Carreira, directora técnica do Lar Gualdim, do Centro Social Interparoquial de…

“Os pequenos produtores não podem ser abandonados”

João Mendes – Fio Dourado DIVULGAÇÃO APRODER O lagar de azeite da…

Câmara de Santarém pede 270 mil euros ao BEI para requalificação de avenida

A Câmara de Santarém aprovou hoje a contracção de um empréstimo de…