Criação de empresas no distrito de Santarém diminuiu em Fevereiro

O distrito de Santarém viu serem criadas 109 empresas durante o mês de Fevereiro, segundo dados divulgados pela Nersant. Relativamente a Janeiro a Associação Empresarial da Região de Santarém verificou um decréscimo do número de novas empresas, sendo criadas menos 51 empresas, assim como em relação a Fevereiro de 2019, em que foram criadas 122 novas sociedades no distrito.

De acordo com a associação empresarial, das empresas criadas, 45 são Sociedades por Quotas, representando um capital social total de 856.211,00€, e uma média de 19.026,91€ por sociedade. Por seu lado, as Sociedades Unipessoais por Quotas somaram 64 novas empresas, com um capital total de 932.459,22€, o que se traduz numa média de 14.569,68€ por sociedade.

Com 22 novas sociedades, Santarém é o concelho com mais empresas criadas, seguindo-se Ourém com 12 novas empresas, Abrantes e Benavente com 9 empresas cada, Tomar com 8, Cartaxo com 7, Almeirim com 6.

Destaque ainda para os concelhos de Alcanena, Entroncamento e Torres Novas com 5 novas sociedades criadas em Fevereiro, seguindo-se Salvaterra de magos com 4 novas empresas, Coruche, Ferreira do Zêzere , Mação e Rio maior com 3 novas empresas cada, Alpiarça com 2 novas sociedades, e Chamusca, Constância, e Golegã com uma nova sociedade cada.

Os sectores de actividade mais representativos são o Comércio a Retalho, com 14 empresas, e a Construção de Edifícios, com 10 novas empresas.

Destaque ainda para os sectores dos transportes rodoviários de mercadorias, com 5 novas sociedades. Seguem-se com quatro novas empresas cada, as actividades dos serviços relacionados com a agricultura, a compra e venda de bens imobiliários, a actividades de angariação imobiliária, as actividades de prática médica de clínica especializada, e o comércio por grosso. Os restaurantes tipo tradicional, o comércio de veículos automóveis ligeiros registaram três novas sociedades cada. As actividades de contabilidade e auditoria, consultoria fiscal, as actividades de engenharia e técnicas afins, e as agências de publicidade registaram duas novas empresas cada.

Embora a maioria das empresas criadas na Chamusca, Alcanena e Salvaterra de Magos sejam geridas por mulheres, os homens continuam a predominar como gerentes de 73% das novas empresas criadas.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS