Democracia versus pandemia

A pandemia provocada pela covid-19 obrigou, nos últimos meses, a uma readaptação à realidade, mas em momento algum suspendeu a democracia. Destaco nestas linhas o exemplo cívico do PS, partido que muito me orgulha representar, e que soube encontrar as respostas firmes, mas necessárias para enfrentarmos uma crise que teve impacto a vários níveis. O caminho ainda é longo, mas os passos que estão a ser dados mostram-nos que estamos na direção certa.

Porque a saúde é a prioridade, tiveram que se suspender as eleições para a Federação, processo eleitoral que chegou a estar em marcha e que começou com as eleições nas Concelhias que chegaram a ser concretizadas. Estas eleições internas estão agora remarcadas para 18 de julho.

Como é público, sou candidato único a Presidente da Federação Distrital de Santarém do PS, tendo apresentado a minha candidatura publicamente a 9 de fevereiro sob o mote Proximidade e Confiança – Um PS para todos. A poucos dias deste ato eleitoral, reitero a importância da participação nestes atos internos do partido, com o apelo a que se respeitem as orientações da Direção Geral de Saúde para que tudo decorra sem perturbações. O apelo é para que digam “Presente” com responsabilidade.

PUBLICIDADE

Durante este período em que as nossas vidas nos pareceram suspensas, a candidatura procurou estar próxima de todos, dinamizando diversas iniciativas, a maioria recorrendo às ferramentas digitais. Conseguimos passar a mensagem e mantermo-nos próximos de cada um dos autarcas e militantes, na procura das melhores soluções para responder aos problemas e desafios de todos os cidadãos. Reinventámo-nos de forma a manter esta proximidade e continuar a nossa ação política.

Na carta que enviei aos militantes, destaco a defesa da economia através da valorização das nossas especificidades e a promoção das potencialidades da nossa região é um desafio permanente que nos convoca desde o passado e nos une em direção ao futuro. Para alcançar este desígnio é essencial defender a regionalização por forma a que tenhamos as ferramentas necessárias para defender e valorizar a nossa terra e as nossas gentes no nosso território.

Questões como as infraestruturas ou o ambiente, onde se enquadra a defesa dos nossos rios e a valorização da nossa bacia hidrográfica, são pontos que temos de trabalhar em conjunto, de forma coordenada, para conseguir os resultados que almejamos. Este será ainda um mandato marcado por eleições autárquicas. Temos uma rede de Presidentes de Junta e de Presidentes de Camara de que nos orgulhamos, que têm mostrado competência e dedicação no trabalho.

Com o intuito de permitir que, concelho a concelho, continuemos a apresentar as melhores soluções, dentro do quadro legal e dos estatutos do PS, o próximo processo autárquico será abordado numa perspetiva conjunta Federação/Concelhias, procurando que cada concelhia construa as melhores equipas e alcance a vitória nas eleições autárquicas de 2021, sempre com o nosso projeto conjunto, os ideais do Partido Socialista, como guia de ação.

A minha candidatura a Presidente da Federação Distrital de Santarém do PS tem como predicado ser a voz deste território em Lisboa e continuar a defender as nossas gentes.

Hugo Costa – Deputado do PS eleito por Santarém

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS