O bispo emérito de Portalegre-Castelo Branco, Augusto César, defendeu em Fátima, a necessidade de “muito empenhamento para construir a paz” e rezou pelos envolvidos na guerra na Ucrânia.

“O ambiente social do nosso tempo precisa de mãos dadas no serviço fraterno e de muito empenhamento para construir a paz”, disse o prelado, para quem assume muita importância a oração pelas esperanças e sofrimentos do mundo, pela paz.

Na homilia da missa da peregrinação anual da diocese de Portalegre-Castelo Branco ao Santuário de Fátima, Augusto César deixou também uma palavra aos beligerantes no conflito na Ucrânia.

“Nós rezamos pelos ucranianos que tanto sofrem e são tratados como lixo humano e também pelos adversários que os tratam com tanto desprezo para que se convertam”, disse, citado pela página do Santuário de Fátima na Internet.

Depois, o bispo emérito deixou uma mensagem aos milhares de peregrinos presentes em Fátima: “Ser membro da Igreja à conta de uma paróquia ou de uma diocese, equivale a ser irmão de outros irmãos. No contexto em que vivemos da pandemia e da guerra é preciso ser atento a quem vai ou está ao nosso lado e precisa da nossa ajuda”.

“É preciso escutar quem vai ao nosso lado e quem se aproxima de nós” enfatizou o bispo, perante uma assembleia em que se encontravam muitos estrangeiros, nomeadamente integrando grupos organizados de peregrinos de Espanha, Irlanda, Itália e Polónia.

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…