Federação de associações de pais abrange três regiões e mais de 128 mil alunos

A maior federação de associações de pais do país vai abranger 876 escolas das regiões do Oeste, Lezíria do Tejo e Médio Tejo num organismo que elege no próximo dia 11 a sua primeira direcção.

A Federação de Associações de Pais das Regiões do Oeste, Lezíria do Tejo e Médio Tejo (FAPOESTEJO) pretende “analisar a realidade e os problemas que se colocam às escolas neste imenso território, congregando soluções comuns”, disse à agência Lusa Rui Pedro Pires, da comissão organizadora.

Com estatutos publicados em Diário da República (DR) desde final de Dezembro, a FAPOESTEJO vai centrar a sua actuação em 36 municípios de três comunidades intermunicipais: Oeste, Lezíria do Tejo e Médio Tejo.

PUBLICIDADE

Territórios com “realidades e dinâmicas diferentes entre si, muitas vezes desconhecidas entre as diversas associações de pais” cuja partilha, no entender Rui Pedro Pires, “pode ajudar o Movimento Associativo Parental (MAP) a crescer e contribuir para a melhoria do sistema educativo”.

A ideia surgiu de “um grupo de associações de pais que já estão organizadas entre si e realizam acções conjuntas desde 2016”, ano em que participaram num primeiro encontro regional 12 associações de pais, número que “se foi alargando e atingiu o ano passado 40 associações”, explicou o mesmo responsável.

O arranque da federação conta agora com 30 associações de pais que representam cerca de 128.500 alunos de 876 escolas de 36 municípios, que no conjunto cobrem uma área de 9.044 quilómetros quadrados.

“É a maior federação nacional de associações de pais actualmente activa no país”, disse o porta voz do movimento que irá realizar no próximo dia 11, na Escola Dr. Manuel Fernandes, em Abrantes, a primeira assembleia eleitoral.

Rui Pedro Pires, presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Carregado, encabeça a lista candidata à direcção da federação, que se propõe a desenvolver projectos na área da capacitação parental e na implementação de boas práticas, tendo por base “necessidades comuns que são debatidas e apresentadas diariamente numa plataforma digital comum”, refere um comunicado emitido pela federação.

Entre as primeiras acções da futura direcção, que tem como lema “juntos seremos mais escola”, estará a realização de um encontro regional que terá lugar em Abril, em Santarém.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS