O Planos – Festival Internacional de Curtas-Metragens de Tomar arranca hoje no Cineteatro Paraíso para mostrar 53 filmes até ao próximo domingo, juntando novos filmes e novas nacionalidades a uma edição que se deveria ter realizado em 2020.

Adiada devido à pandemia da covid-19, a quinta edição do Planos apresenta, na Selecção Oficial, 36 curtas-metragens oriundas de 23 países, marcadas pela “variedade de temas e culturas”, a serem distribuídas por seis sessões competitivas ao longo dos cinco dias do festival, segundo uma nota da Câmara de Tomar.

A sessão de abertura do festival, marcada para as 21:00 de hoje, contará com a presença do realizador abrantino João Estrada, seguindo-se a exibição do seu filme “Bunker ou Contos que Ouvi Depois do Mundo Acabar”, média-metragem premiada no Fantasporto 2020.

PUBLICIDADE

A partir das 22:00, Paulo Martinho vai mostrar, através de seis curtas-metragens, “um pouco do seu trabalho como realizador e director de fotografia”.

Nesta edição do Planos, Portugal surge de novo em destaque, com nove filmes em competição, sendo as outras 27 curtas-metragens de países como Alemanha, Áustria, Bulgária, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Grécia, Irão, Irlanda, Itália, Kosovo, Lituânia, Luxemburgo, Noruega, Nova Zelândia, Países Baixos, Peru, Reino Unido, Suécia, Ucrânia e Vietname, acrescenta a nota.

Na sexta-feira de manhã, regressa o Planinhos, numa sessão especial infantil, com seis curtas-metragens, organizada pelo Cineclube de Tomar em parceria com O Dia Mais Curto.

Esta edição volta a contar com uma parceria com o Leiria Film Fest, que levará ao cineteatro Paraíso, sábado à tarde, uma selecção de filmes premiados em anteriores edições do festival: “Sealskin”, de Ugla Hauksdóttir (Islândia), “Sleepwalk”, de Filipe Melo (Portugal), “Alien”, de Yeon Jegwang (Coreia do Sul), e “O Peculiar Crime do Estranho Sr. Jacinto”, de Bruno Caetano (Portugal), numa sessão presidida pelos organizadores do festival de Leiria, Bruno Carnide e Cátia Biscaia.

O anúncio dos vencedores da 5.ª edição do Planos vai acontecer no domingo à tarde, no Centro Cultural da Levada, num espectáculo que inclui “um momento de poesia”, pela associação cultural Espaço 0, com a declamação de “As Quatro Manhãs” de Almada Negreiros.

Segundo a organização, “a entrada do festival, tal como o espírito do mesmo, continuam livres”.

A programação pode ser consultada em www.planosfilmfest.pt.

PUBLICIDADE
Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…