A GNR encerrou uma festa ilegal com 17 pessoas que decorria num antigo estabelecimento em Rio Maior, informou o comando territorial local.

Em comunicado de imprensa, o Comando Territorial de Santarém da GNR afirma que “através do posto territorial de Rio Maior” encerrou a festa ilegal que decorria na sexta-feira naquele concelho, “na sequência de uma denúncia”.

“Os militares da Guarda deslocaram-se de imediato para o local, tendo verificado que, para além de se tratar de um evento não autorizado, os participantes não respeitavam o dever geral de recolhimento domiciliário”.

PUBLICIDADE

A GNR adianta ainda que foram identificadas 17 pessoas, posteriormente “encaminhadas para os respectivos domicílios”.

“Face ao incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário e à inobservância das regras de realização de eventos, foram elaborados os respetivos autos de contraordenação”, acrescenta a GNR

A acção contou com o reforço do Destacamento de Intervenção de Santarém, segundo aquela força policial.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.461.254 mortos no mundo, resultantes de mais de 111 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 15.897 pessoas dos 796.339 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

PUBLICIDADE
1 comment
  1. O bonito da notícia é o dramtizar de um aglomerado de pessoas com um total de falecimentos duma ditatorial pandemia com 1 ano de fantochada 🖕🏽🤔

Comments are closed.

Leia também...

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…

Condutor não respeita ordem de paragem e foge durante 25 km à GNR

Um homem de 31 anos foi detido e aguarda julgamento em prisão…