Hospital de Santarém reforça acordo de prestação de cuidados a reclusos

O Hospital Distrital de Santarém (HDS), os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) e a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), assinaram recentemente um acordo que vem regular os termos concretos da operacionalização na área da telessaúde para o Estabelecimento Prisional de Torres Novas. Este acordo foi assinado ao abrigo do Protocolo assinado entre a SPMS e a DGRSP, a 21 de Novembro de 2017.

Segundo um comunicado do Hospital de Santarém, este é um acordo que “fomenta uma dinâmica de parceria interinstitucional e é um passo importante para a continuidade do projecto que visa tornar mais eficaz e rigorosa a prestação de cuidados de saúde à população reclusa”.

Ainda segundo a mesma nota da unidade hospitalar com operacionalização da telessaúde é reduzido “o risco de contracção de doenças, designadamente, através do acesso e partilha de informação aos sistemas informáticos do Serviço Nacional de Saúde, por parte dos respectivos estabelecimentos prisionais, desde o momento da admissão do recluso no sistema prisional até à sua saída”.

O Hospital Distrital de Santarém, tem vindo desde algum tempo, a prestar cuidados de saúde, no âmbito da infecção por vírus da imunodeficiência humana e das hepatites virais aos reclusos daquele estabelecimento prisional.

Através do seu Hospital de Dia de Doenças Infeciosas, o HDS faz deslocar uma equipa de saúde (médico e enfermeira) ao Estabelecimento Prisional de Torres Novas para realizar consultas e rastreio.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS