O escalabitano José Gandarez é um dos elementos que integra a lista de Rui Costa, que se candidata às eleições do SL Benfica, no próximo dia 9 de Outubro. A lista do candidato à presidência do clube foi tornada publica no passado dia 28 de Setembro, em Lisboa.

O administrador da União Desportiva de Santarém, que detém 80 por cento do capital da Sociedade Anónima Desportiva do clube, é candidato a vice-presidente (suplente) pela lista do ex-jogador e actual presidente interino do SL Benfica. O advogado, gestor e produtor de cinema é o sócio nº 18717 do clube.

A lista de Rui Costa à presidência do Benfica inclui ainda Fernando Fonseca Santos como candidato à presidência do Conselho Fiscal, a que preside actualmente, além de Fernando Seara para a Mesa da Assembleia-Geral.

O actual presidente do Conselho Fiscal segue na lista do antigo jogador, que tem dirigido os destinos do emblema ‘encarnado’.

PUBLICIDADE

“Esta é uma lista que mobiliza diversas experiências, competências, e renovação com um conjunto de benfiquistas da minha inteira confiança. […] Esta é parte da minha equipa, gente qualificada, competente e com amor ao Benfica”, declarou Rui Costa, citado no ‘site’ da sua campanha.

O antigo autarca da Câmara de Sintra, e antigo deputado na Assembleia da República, Fernando Seara é a aposta para a MAG, com a lista para a direcção a incluir cinco vice-presidentes.

Abaixo de Rui Costa, se eleito, estarão Luís Mendes, Jaime Antunes, Domingos Almeida Lima, Fernando Tavares, Sílvio Cervan e Manuel de Brito, filho do antigo presidente ‘encarnado’ Jorge de Brito.

O ex-futebolista, antigo ‘vice’ de Luís Filipe Vieira e chamado a liderar após a detenção do antigo presidente, é um dos candidatos a liderar o Benfica, para já tendo a oposição do empresário Francisco Mourão Benitez, candidato em 2020 a presidente da MAG na lista, derrotada, de João Noronha Lopes.

Vieira, que tinha sido eleito em Outubro de 2020 para um quinto mandato, foi detido em Julho no âmbito da operação ‘Cartão vermelho’ e chegou a estar em prisão domiciliária até ao pagamento de uma caução de três milhões de euros.

O antigo presidente do Benfica foi um dos quatro detidos no início de Julho numa investigação que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros, com prejuízos para o Estado, SAD do Benfica e Novo Banco e está indiciado por abuso de confiança, burla qualificada, falsificação de documentos, branqueamento de capitais e fraude fiscal.

PUBLICIDADE
Leia também...

Atleta do Santarém Basket Clube morre aos 13 anos de idade

Henrique Francisco, atleta do Santarém Basket Clube, faleceu no passado domingo, 11…

Benfica do Ribatejo incrédulo com decisão da Associação de Futebol de Santarém

O Grupo Desportivo de Benfica do Ribatejo está incrédulo com a resposta…

Árbitro ribatejano apita jogo entre Estrela da Amadora e SL Benfica

João Bento, árbitro da Associação de Futebol de Santarém, vai apitar o…

A festa dos adeptos do Sporting em Almeirim (C/FOTOS)

O Sporting Clube de Portugal sagrou-se campeão nacional, na noite do passado…