Manifestival a 25 de Agosto em Manique do Intendente com entradas livres

A Associação Manifestival vai realizar pelo terceiro ano consecutivo o Manifestival 2018, em Manique do Intendente.

O termo Manifestival deriva de Manifesto e Festival e pretende ser um manifesto pela vida no interior em zonas rurais. É uma forma de mostrar uma terra com vida, vibrante, onde vivem pessoas e se criam famílias, mas que é deficitária na oferta cultural de qualidade, na maior parte das vezes. Daí a aposta em formas artísticas diversas, que vão da música popular ou tradicional ao jazz, passando pelo rock e outros, dando primazia a projectos emergentes de qualidade. A outra vertente é dar a conhecer a todos os artistas e espectadores o que de melhor a região tem para oferecer.

O propósito é dinamizar esta zona rural do concelho da Azambuja, criar novos públicos combatendo assim as desigualdades territoriais.

PUBLICIDADE

“A entrada será livre, como as anteriores edições, pois queremos proporcionar ás nossas gentes a hipótese de estarem em contacto com diversas formas de expressão musical e que não sobrecarreguem os seus orçamentos”, explica a organização em comunicado.

A abertura do Manifestival será às 16 horas de dia 25 de Agosto, com final à 2 horas da manhã.

O local do evento será na Praça dos Imperadores em Manique do Intendente, de extrema beleza e local nobre da região, “sendo intenção também promover este espaço sem igual em Portugal e com grandes potencialidades”, avançam.

A viagem pelo jazz, blues e improviso espelha o espírito do festival proporcionando aos festivaleiros o acesso a novos sons e abordagens musicais e aos músicos a oportunidade de mostrarem o seu trabalho num novo ambiente.

Vocacionado para todas as idades, o Manifestival, tem como diferenciação absoluta a partilha de uma variedade de sonoridades pouco habituais no meio rural em ambiente festivo e contou, como nas edições anteriores, com o apoio da Camara Municipal da Azambuja e da União das freguesias de Manique do Intendente, Vila Nova de São Pedro e Maçussa.

A outra vertente, que foi elogiada nos anos anteriores, é a parte gastronómica dando ênfase aos produtos da região e da época. Este ano haverá ainda passeios de charrete para assim dar melhor a conhecer Manique do Intendente.

Do cartaz desta 3ªedição fazem parte:

ZORBA – Com uma sonoridade blues-rock Zorba é um One Man Band fazendo a voz, guitarra eléctrica e percussão;

OS MALVADOS – Banda rock de Manique do Intendente;

SANDY BLUES BAND – Quarteto de blues-rock/funk, um dos projectos da cantora Sandra Soares que já conta com extenso curriculum na música nacional;

MIGA (Make Iberia Great Again) – Quarteto de jazz com dois músicos portugueses (Bernardo Tinoco – sax e Dinis Costa – piano) e dois espanhóis (Pablo Patiño Moledo – contrabaixo e Miguel Fernandez – bateria);

RITCHAZ CABRAL – Jovem músico e produtor de origem cabo-verdeana que trará a incrível música das ilhas;

PRASO – Grande mestre do hip-hop/rap nacional, fundador dos Alcool Club que vem apresentar o seu projecto solo.

O resto da noite é dos DJ Richard Beats e DJ No New News. A entrada livre, como sempre.

Haverá, além ada animação musical, porco no espeto, farinheiras do Celestino, o queijo do Sr. Adolfo e outras iguarias, Mercadinho com produtos hortícolas da época vendidos pelos próprios produtores e passeios de charrete se o tempo assim o permitir.

PUBLICIDADE
info, , , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS