A Maternidade do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), instalada em Abrantes, registou 834 nascimentos em 2020 e ultrapassou a barreira dos 800 partos pela primeira vez desde 2014, ano em que se registaram 801 partos, informou hoje a instituição.

Segundo informação disponibilizada pelo CHMT, que abarca as unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, funcionando em regime de complementaridade de valências, em 2020 ocorreram 826 partos e um total de 834 nascimentos (já que um parto pode ser referente a gémeos ou mais crianças). Em causa estão mais 36 nascimentos do que em 2019, sendo o mês de outubro o que registou maior número de nascimentos em 2020, com 89 bebés.

Um comunicado do CHMT sublinha que, “mesmo em ano de pandemia, o esforço realizado para adequar a Maternidade do Centro Hospitalar do Médio Tejo ao contexto covid-19 contribuiu, muito fortemente, para que o Serviço de Obstetrícia […] fosse procurado por parturientes vindas de outras áreas geográficas”, para além da área de influência do Médio Tejo, no distrito de Santarém.

PUBLICIDADE

Segundo o centro hospitalar, essas obras de adequação permitiram criar um “circuito diferenciado e estanque” e viabilizaram a realização de partos na presença de um acompanhante.

PUBLICIDADE
Leia também...

Só Coruche e Sardoal escapam ao recolher obrigatório às 13h00 no fim-de-semana

Os concelhos de Coruche e Sardoal são os únicos, no Distrito de…

Hospital de Santarém no limite da capacidade de internamento de doentes covid

O Hospital Distrital de Santarém atingiu o limite da sua capacidade prevista…

Hospital de Santarém esgotou capacidade de internamento em enfermaria

O Hospital de Santarém esgotou a capacidade de internamento em enfermaria para…

Tratamento do cancro da mama no HDS novamente reconhecido a nível internacional

A Unidade de Senologia do Hospital Distrital de Santarém (HDS) viu renovada…