A Associação de Dadores Benévolos de Sangue da Portela das Padeiras inaugurou ao final da tarde de hoje a sua nova sede que conta com um espaço de homenagem a Carlos Lima, um dos 13 fundadores do grupo, falecido em 2020.

Presentes na inauguração do novo espaço estiveram representantes dos Grupo de Dadores Benévolos de Achete, Alcanhões, Alpiarça e Guimarães, os mesmos que segundo a irmã de Carlos Lima, Anabela, apoiaram o Grupo da Portela de forma incondicional numa altura particularmente difícil – o falecimento de Carlos Lima.

“Ficámos completamente perdidos e estes grupos disseram que nos iriam dar todo o apoio. A primeira colheita que fizemos sozinhos, sem o meu irmão, eles estiveram presentes connosco”, lembrou de forma emocionada Anabela Lima.

“É um espaço onde pudemos reunir todo o espólio que fomos guardando ao longo destes anos e onde poderemos fazer as nossas reuniões”, explicou.

“Para o meu irmão a família e os dadores de sangue era tudo a mesma coisa. Dois dias depois do funeral tínhamos uma colheita de sangue. Decidimos não desmarcá-la e contámos com o apoio destes grupos”, recordou.

Alberto Mota, presidente da FEPODABES, presente na homenagem, lembrou Carlos Lima: “Tudo nesta vida tem razão de acontecer e um dos melhores presentes foi poder conhecer Carlos Lima, um Homem com H grande, sério, lutador, dinâmico e simples”, afirmou.

“Conheci o Carlos Lima há muitos anos, muito antes de ser presidente da Federação, e sabia o esforço e dedicação que ele dava a esta causa”, acrescentou.

Alberto Mota agradeceu à União de Freguesias da Cidade de Santarém (UFCS) o apoio dado à abertura do espaço que “pretende perpetuar o nome de uma pessoa que tanto bem fez aqui à freguesia e a nível nacional, porque já saíram daqui muitas dádivas de sangue para os doentes de Portugal”, salientou.

“Quando dizemos que são necessárias 900 a mil unidades de sangue todos os dias, contamos sempre com o Grupo da Portela das Padeiras, naquelas 300 unidades que nos dá todos os anos”, concluiu.

Em 2017, Carlos Manuel Lima recebeu o Prémio de Dirigente do Ano atribuído pela FEPODABES.

Em 2020, dois dias após o seu funeral, família e amigos homenagearam-no com a sua presença numa dádiva de sangue que já estava agendada e que apesar do falecimento de Carlos Lima acabou por realizar-se num preito de homenagem.

Por sua vez, Diamantino Duarte, presidente da UFCS, lembrou que quando assumiu a presidência da União de Freguesias deu conta que “havia um compromisso do anterior executivo para que o Grupo tivesse uma sede. Senti que tinha de ser um problema prioritário para resolver. Um espaço que tinha de ser na Portela e ter a dignidade suficiente para receber o nome de Carlos Lima”, sublinhou.

“Hoje estou satisfeito de ter conseguido dotar o Grupo da Portela de um espaço digno para a sua sede onde pode colocar o nome do Carlos Lima. É um momento para mim com muito significado, cumprir este compromisso com o Grupo”, concluiu.

Diogo Gomes, vereador com o pelouro da Saúde na Câmara de Santarém, salientou o interesse “ímpar” da homenagem e, dirigindo-se ao presidente da UFCS, lembrou que a cidade tem uma rua dedicada aos grupos benévolos de sangue de forma “genérica”, mas, sugeriu, que “há grandes homens que a sua memória merece ser perpetuada, pelo que gostava muito de receber [da UFCS] uma proposta de toponímia para a rua do grande Carlos Lima”, concluiu.

A Associação de Dadores Benévolos de Sangue da Portela das Padeiras, fundada a 7 de Maio de 1994 por Orlando Mendes, João Manuel Costa, António Alberto Teodósio, Raúl Lima, Silvino Salsa, Joaquim Queijeiro, Nuno Mota, Carlos Lima, José Manuel Silva, Luís Silva, Luís Gomes, José Lameiras Santos e José Silvestre Soares, completou, este ano, 28 anos de existência. JPN

Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

PSP apreende mais de 250 de aves na Avisan

Levantados três autos de contra-ordenação.

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…