Ministro da Administração Interna manifesta pesar pela morte de GNR em serviço

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, manifestou hoje “profunda consternação” e pesar pela morte em serviço de um militar da Guarda Nacional Republicana, que na terça-feira esteve envolvido num acidente na zona de Santarém.

“Foi com profunda consternação que tomei conhecimento do falecimento do guarda Carlos Pereira, no cumprimento da sua missão, numa patrulha do Destacamento de Trânsito da GNR de Santarém”, escreve Eduardo Cabrita, na nota de pesar.

O ministro transmitiu ainda, em nome do Governo, um voto de pesar e de solidariedade aos familiares, amigos e a todos os militares da Guarda Nacional Republicana.

PUBLICIDADE

Carlos Pereira foi um dos dois militares da GNR que na terça-feira ficou ferido com gravidade numa colisão entre um automóvel e um carro-patrulha na Autoestrada 1, entre o nó de Torres Novas e a área de serviço de Santarém.

De acordo com a GNR, o guarda Carlos Pereira morreu hoje e outro militar encontra-se hospitalizado.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS



Comentários