O actor Carlos Miguel, nome da comédia e do teatro de revista, conhecido como O Fininho, do antigo concurso “1, 2, 3” da RTP, morreu hoje, aos 77 anos, em Santarém. Carlos Miguel encontrava-se internado no Hospital de Santarém e morreu de doença prolongada.

Actor, artista plástico, escritor, Carlos Miguel construiu uma carreira de cerca de 40 anos, grande parte dela nos palcos do teatro de comédia e de revista, sobretudo no Parque Mayer, em Lisboa.

Um cancro nas cordas vocais, em 1998, afastou-o da profissão e de Lisboa, onde nascera, para se fixar numa aldeia do Ribatejo.

Numa entrevista à RTP, em 2010, que o levou de novo aos cenários do teatro de revista em Portugal, então desabitados, Carlos Miguel recordou “Lisboa, Tejo e Tudo”, de César de Oliveira, como a sua produção preferida.

PUBLICIDADE

“Duas sessões por dia, dois anos em cartaz, no Teatro ABC”, depois da estreia em 1986, recordou o actor.

Foto: RTP

PUBLICIDADE
Leia também...

Músico dos Santos & Pecadores morre vítima de acidente de trabalho em Tremez

Rui Martins, um dos músicos da banda Santos & Pecadores, morreu na…

Alterações ao Código da Estrada entram em vigor amanhã com multas agravadas

As alterações ao Código da Estrada aprovadas em Novembro entram na sexta-feira,…

Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Alpiarça

Um homem morreu num acidente de trabalho, esmagado por uma máquina de…

Morreu Asdrúbal, figura de Santarém

Asdrúbal, figura icónica e popular de Santarém, faleceu na madrugada deste domingo,…