Município de Ourém vai criar Centro de Documentação Joaquim Ribeiro

O Município de Ourém vai criar o Centro de Documentação Joaquim Ribeiro no edifício da antiga escola primária de Zambujal, anunciou hoje a autarquia.

Numa nota de imprensa, a Câmara de Ourém, informa que o presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, assinou o auto de consignação relativo à execução dos trabalhos de reabilitação para a instalação do Centro de Documentação Joaquim Ribeiro.

O projecto de execução, que vai nascer no edifício devoluto da antiga escola primária de Zambujal, contempla uma intervenção interior de adaptação à nova funcionalidade do espaço e de resolução de algumas patologias detectadas, refere ainda a mesma nota.

PUBLICIDADE

O Centro de Documentação Joaquim Ribeiro terá duas salas principais (tertúlia e biblioteca), um espaço de cafetaria de apoio, vestíbulo, área de arrecadações de apoio e instalações sanitárias.

Segundo o Município, o objectivo da intervenção passa por “manter a traça e identidade do edifício original, tanto a nível exterior como, sempre que possível, interior”.

A eficiência energética do edifício será uma preocupação, pelo que está prevista a implementação de isolamento adequado, selecção de iluminação e substituição integral de todos os vãos.

Será ainda “instalado material com bom comportamento acústico nas duas salas principais e no capítulo das acessibilidades o projecto reflecte com rigor o cumprimento das respectivas normas regulamentares”.

O Centro de Documentação Joaquim Ribeiro resulta do protocolo firmado entre o Município de Ourém e o munícipe Sérgio Ribeiro, que definiu a doação do acervo documental e bibliográfico do antigo eurodeputado e membro da Assembleia Municipal à autarquia.

O projecto do Centro de Documentação Joaquim Ribeiro, “uma homenagem ao pai de Sérgio Ribeiro”, tem uma estimativa orçamental na ordem dos 137 mil euros e um prazo estimado de execução de 120 dias.

“O acervo que aqui será disponibilizado para visita e transmissão de conhecimento é em grande medida sobre a União Europeia, Economia e a História do Concelho de Ourém”, refere o mesmo documento.

A autarquia anunciou ainda a expansão do Parque da Cidade António Teixeira, cujos trabalhos estão orçados em 350 mil euros.

Numa nota de imprensa, o Município informa que a 1.ª Fase de Expansão do Parque da Cidade contempla a extensão do mesmo até à Rua Marquês de Valença.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS