Música de José Cid e teatro de Paulo Betti entre os destaques da agenda cultural na Chamusca

O Município da Chamusca já apresentou a oferta cultural para os primeiros dois meses de 2020, estando em destaque a Gala de Homenagem a José Cid, recentemente galardoado com o Grammy Latino de excelência musical e a peça “Autobiografia Autorizada” do brasileiro Paulo Betti.

Para dia 1 de Janeiro, o Município da Chamusca reservou o Miradouro de Nossa Senhora do Pranto para o lançamento de fogo-de-artifício, pelas 0h00, como forma de dar as boas-vindas a 2020.

O ano cultural na Chamusca inicia com o espectáculo Concordia World, no dia 4 de Janeiro, pelas 21h00, no Cineteatro da Chamusca, uma produção que combina o mundo antigo, a música ancestral, a música Pop/Rock, reservando ainda espaço para a festa espanhola e napolitana.

PUBLICIDADE

A 19 de Janeiro, pelas 17h00, sobe ao palco do Cineteatro da Chamusca um espectáculo único, de dimensão internacional, “Autobiografia Autorizada” do actor brasileiro Paulo Betti, um monólogo que marca os seus 40 anos de carreira no cinema e no teatro.

Ainda em Janeiro, a Chamusca presta tributo a José Cid, um espectáculo comunitário que junta artistas de várias proveniências, espectadores e amigos para uma sessão única, recheada de emoções, onde se celebra a vida e a obra do compositor chamusquense.

A agenda cultural de Janeiro e Fevereiro encerra com o espectáculo “Eu, Variações”, no dia 22 de Fevereiro, pelas 21h30, também no Cineteatro da Chamusca. “Eu, Variações” assume um registo biográfico sobre o cantor, sem pretender ser uma biografia. É um espectáculo musical, sem ser, verdadeiramente, um musical. Espectáculo baseado no livro “António Variações entre Braga e Nova Iorque”, de Manuela Gonzaga. Uma peça intimista interpretada por Ricardo Mesquita de Oliveira.

Para saber mais informações sobre este e outros espectáculos na Chamusca clique aqui

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS