Para Vós e NANA NANA são os próximos espectáculos do projecto Santarém Cultura

O Teatro Sá da Bandeira, amanhã, dia 6 de Junho, às 15h00, e no dia 7 de Junho, às 21h30, recebe Para vós, de Cláudia Andrade.

Para vós é um espectáculo sobre memória. Sobre as memórias das avós e as memórias de Cláudia Andrade sobre as suas avós. É também uma homenagem às mulheres. Para vós é um solo, sem que o seja realmente. Porque, na sua interpretação, Cláudia Andrade não está completamente sozinha. Em cena estão também sete mulheres, sete avós de Santarém, que funcionam como um coro, ao jeito da tragédia clássica. As suas vozes – e as suas memórias – juntam-se à da criadora, em resultado de um processo de dois momentos de residência.

Na interpretação de Para vós, Cláudia Andrade – que assume igualmente a criação e direcção artística do espectáculo – é acompanhada em cena por sete mulheres da comunidade, entre elas algumas alunas da disciplina de Teatro da UTIS – Universidade de Terceira Idade de Santarém –Ana Bela Bentinho, Ana Paula Miranda, Fátima Venceslau, Gué, Inês Cunha, Conceição Resende e Margarida Loureiro.

Para vós é, em si, uma oportunidade para as vozes que, se não falarem agora serão, talvez, esquecidas para todo sempre. Um espectáculo sobre os meandros da memória. Sobre as memórias das avós da criadora ou mais exactamente sobre a sua memória das memórias delas. Dedicado aos avós e às vozes das nossas raízes. Sobre a voz humana que é ancestral. Sobre histórias de outros tempos que não estão escritas nos livros, mas semienterradas em algum lugar recôndito da nossa memória. Sobre o que é intemporal. Sobre os mistérios do sangue.

Este é um projecto, segundo a própria criadora, “Para os meus avós. Mais especificamente sobre as minhas avós. Para todos os avós ou para todos nós, que um dia, talvez, seremos também avós. Para os avós dos meus filhos (como seria o mundo se tivéssemos crescido todos sem avós?) Para a voz. Para a minha voz. Que se lance, que se solte, e talvez em alguma primavera, floresça.”

Os ingressos têm o custo de 2€ criança e 5€ adulto, com descontos aplicáveis, e estão à venda no Teatro Sá da Bandeira, na Bol – Bilheteira Online (www.bol.pt) e nas Lojas Worten, Fnac e CTT, com lotação limitada. Mais informações através do e-mail teatrosabandeira@cm-santarem.pt<mailto:teatrosabandeira@cm-santarem.pt>.

Nos dias 14 e 15 de Junho, às 14h00 e 16h00 respectivamente, o Teatro Sá da Bandeira, apresenta NANA NANA, um espectáculo sensorial, uma performance plástico-sonora para bebés na forma de poema vocal com novelos de lã, de Carla Galvão e Fernando Mota. A sessão do dia 14 de Junho tem prioridade para o público escolar e no dia 15 para famílias com crianças dos 0 aos 5 anos.

NANA e NANA são dois tecelões do som, num pequeno grande tear onde novelos de lã se movem quase sozinhos, colocados com a ajuda de quem por ali passa, recebendo em troca cores, texturas, cheiros e histórias quentinhas que a todos embala.

A duas vozes e muitos novelos, desenrola-se o som destas voltas, sob a mestria de Fernando Mota e Carla Galvão, exímios criadores de melodias e histórias de encantar.

Rodeados por novelos-estalactites de lã, habitaremos esta tenda-universo onde socas de madeira se transformam em instrumentos musicais, espanta-espíritos afugentam o papão em cima do telhado e um comboio de madeira cruza linhas, novelos e meadas. Dois cantadores envolvem-nos num poema sonoro e visual, uma viagem onírica ao mundo mágico da primeira infância.

Os ingressos têm o custo de 2€ criança e 5€ adulto, com descontos aplicáveis, e estão à venda no Teatro Sá da Bandeira, na Bol – Bilheteira Online (www.bol.pt) e nas Lojas Worten, Fnac e CTT, com lotação limitada. Mais informações através do e-mail teatrosabandeira@cm-santarem.pt<mailto:teatrosabandeira@cm-santarem.pt>.

PUBLICIDADE

W3Schools

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS