PICTORIN quer “quebrar a monotonia da cidade” através da Arte

Quinze artistas plásticos de seis países participam, de 1 a 10 de Setembro, na segunda edição do PICTORIN – Encontro Internacional de Artistas Plásticos em Santarém. O encontro insere-se na programação “Verão In Str… é um Espanto!”, promovida pelo município de Santarém e desafia artistas plásticos do Brasil, Dinamarca, Rússia, França e Portugal a retratar os “Homens e Mulheres da Cidade”, em trabalhos que serão expostos em dois espaços: o Centro Cultural Regional de Santarém e o W Shopping.

De 1 a 10 de Setembro, “Homens e Mulheres da Cidade” vão servir de inspiração aos 15 artistas plásticos de seis países que participam na 2ª edição do PICTORIN – Encontro Internacional de Artistas Plásticos, em Santarém, que resulta de uma parceria entre o Município Escalabitano e os artistas plásticos Fernanda Narciso, Francisco Pereira e Ana da Silva, a actriz Rita Narciso e Cidália Rodrigues, viúva do pintor e escultor Mário Rodrigues.

O encontro foi apresentado recentemente em conferência de imprensa, no edifício do antigo Hotel Abidis, n.º 91, na Rua Serpa Pinto, onde está patente a exposição ‘Contos para te contar’ que junta trabalhos dos artistas plásticos Fernanda Narciso e Mário Rodrigues.

A conferência de imprensa contou com a presença de Inês Barroso, vereadora da Cultura da autarquia local que destacou a grande relevância do evento para a “nossa cidade”, salientando que “quem vem de fora do país possuirá certamente um olhar diferente sobre Santarém através das suas pinceladas”.

Para a autarca, este encontro servirá para lançar “um novo olhar sobre a cidade”, ao mesmo tempo que serve de “alavanca” para o trabalho dos artistas de Santarém. “Este projecto orgulha o município porque potencia a cidade e o seu Centro Histórico”, disse ainda Inês Barroso.

Francisco Pereira, da organização, salientou a “grande empatia” que existiu entre os artistas e a população de Santarém na passada edição, acreditando que, este ano, o sucesso da iniciativa vai sair reforçado. “Este Encontro Internacional de Artistas Plásticos é a concretização de um sonho”, confidenciou.

O mesmo sentimento foi partilhado por Fernanda Narciso, também ela responsável pelo projecto: “esta acção não passou despercebida. Andam sempre a pergunta-nos: ‘Então? Este ano, não há artistas?’”, afirmou.
Para Fernanda Narciso, este projecto acabou por “cortar a monotonia da cidade”, sendo que é ambição da organização, em eventos futuros, conseguir financiamento para custear as viagens de artistas estrangeiros uma vez que, segundo revelou, alguns não se podem deslocar a Santarém por motivos financeiros.

“Vêm todos ao encontro de si próprios e dos seus colegas e amigos para juntos partilharem o Amor, o Engenho e a Arte que sentem através do que fazem, para que Santarém seja a anfitriã, mais uma vez duma iniciativa que contribui para a paz e para o amor entre povos do mundo inteiro que unidos pela Arte Maior celebram a Vida”, considerou.

A organização do evento assegura alimentação, dormida e materiais para as actividades dos artistas convidados. Aneha Cebactbrhoba (Rússia), Alice Osterbog (Dinamarca); Manuela Chatel (França); Inês Moretti (Brasil), Sasha Alexandra (Aleksandra Tiede) – (Alemanha), António Canavarro (Portugal), António Cordeiro (Portugal), Cremilda Salvador (Portugal), Manuela Galveias (Portugal), João Pereira (Portugal), José Manuel Soares (Portugal), Eva Mendonça (Portugal) e Paulo Serra (Portugal) são os artistas presentes este ano neste evento integrado no projecto municipal Santarém Cultura/ In. Santarém 2019 – Festival de Artes e Cultura. Participará também o jovem escalabitano Francisco Camilo, na qualidade de artista convidado.

Os 14 artistas plásticos vindos da Alemanha, Brasil, Dinamarca, França, Rússia e de Portugal vão ser desafiados a ver e a pintar “Homens e Mulheres da Cidade”, em trabalhos que serão depois expostos, a partir do dia 7 de Setembro, em dois espaços da cidade: no W Shopping, inaugurada às 16h30 e, no Centro Cultural Regional de Santarém, com abertura a partir das 18h00.

‘Paisagens’ de Francisco Pereira
Além dos artistas plásticos a darem asas à criatividade nas ruas do centro histórico, o programa do II PICTORIN inclui a inauguração da exposição “Paisagens”, da autoria de Francisco Pereira, na segunda-feira, dia 2, às 18h30, na Sociedade Recreativa Operária (Palácio Landal), em Santarém, patente ao público até 30 de Setembro

Segundo o artista plástico: “Paisagens são volumes, cores, odores, são no fundo tudo o que nos rodeia e impressiona, o que nos transmite emoções e sentimentos. É neste contexto que o espectador observa, independentemente da leitura pessoal e única… E assim nasceram as ‘minhas paisagens’ (talvez) fruto de memórias recentes… Porque a pintura é uma forma de sentir!”

Natural de Lisboa, Francisco Pereira é autodidacta e desenvolveu também a sua actividade artística pintando com crianças em Sintra e Castro Verde.
Participante habitual do In. Santarém, desde 2015, é além disso membro da comissão organizadora do PICTORIN e do projecto “Pintar na rua/Brincar com arte”, que se realiza anualmente com crianças na cidade de Santarém. Membro da “Culthouse”-Londres-Inglaterra, participou em várias exposições individuais e colectivas. Tem obras espalhadas um pouco por todo o país, adquiridas por particulares.

‘Prémio Mário Rodrigues’
A programação continua com uma intervenção conjunta com crianças/adultos e pintores, na quinta-feira, dia 5 de Setembro, a partir das 10 horas, na Praça Sá da Bandeira. Participam nesta iniciativa a Santa Casa da Misericórdia de Santarém, a Associação ‘Aqui Há Gato’ e a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental de Santarém (APPACDM), entre outras. O encontro inclui também visitas à cidade de Santarém e a algumas zonas do Ribatejo.

As actividades prosseguem na segunda-feira, dia 9, com o evento “O último olhar sobre o Tejo”. A partir das 10 horas, os 14 artistas plásticos deslocam-se para o Jardim Portas do Sol onde ao longo de apenas uma hora terão de conceber obras de arte até onde a sua vista alcança.
Aqui, podem utilizar as técnicas que quiserem e criar obras de pintura, esculturas e instalações sobre o que vêem. O vencedor, escolhido pelo olhar do júri, conquistará o “Prémio Mário Rodrigues”, atribuído pela primeira vez este ano.

Ainda no dia 9, a partir das 21h30, na Incubadora d’ Artes, no centro histórico da cidade, a noite vai ser dedicada ao convívio entre os participantes. Haverá dança flamenca a cargo de Paula Nunes & Grupo.
De salientar que o PICTORIN – Encontro Internacional de Artistas Plásticos nasceu no seio do In. Artes com o objectivo de trazer a arte para a rua.
De acordo com a artista plástica Fernanda Narciso, “as obras que saíram do primeiro encontro já são muitas. Com este segundo PICTORIN muitas mais haverá e estão disponíveis para a realização de instalações, exposições, entre outras”.

O programa do PICTORIN inclui encontros informais, confronto de técnicas, novos métodos de trabalho, troca de experiências, que decorrerão essencialmente na Incubadora d’ Artes criada pelo município numa antiga escola primária do centro histórico, e ainda visitas à cidade e ao Ribatejo.

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS