Sabemos que a vida tem muitas contrariedades.

Pagar a renda da casa, a prestação do carro, o IVA, o IRS, o IMI, o preço da gasolina, enfim, contrariedades incontornáveis, além das vicissitudes que sempre aparecem para nos chatear, como uma casa de banho sem papel higiénico.

Há quem leve pontapés durante toda a vida!

PUBLICIDADE

As bolas de futebol, por exemplo. E não se queixam!

Nós temos a mania de ser queixinhas. Uma simples constipação é motivo para pensar que estamos a morrer.

Segundo o INE – Instituto Nacional de Estatística – durante uma partida de futebol a bola leva 3.148 pontapés em 90 minutos.

Relativizando para 80 anos de vida humana, estudos científicos mostram que cada um de nós leva, em média, 10 vezes mais pontapés que a bola de futebol durante o jogo.

Portanto, estamos a falar em 31.480 pontapés. O trinta e um milésimos quadringentésimo octogésimo primeiro pontapé é fatal !

Como são distribuídos por 8 décadas, criamos uma habituação a que se dá o nome de “masoquismo progressivo viciante”.

Interessante também é verificar o mapa de pontapés que levamos conforme o estrato social a que se pertence, num universo de 8 décadas:

Classe Alta: ………….. 1.538

Clase Média Alta: …… 2.142

Classe Média: ……….. 3.015

Classe Média Baixa: … 4.463

Classe Baixa: ………… 5.278

Zé Povinho: …..…..… 15.044

Total: ……………….…31.480 pontapés

(inversamente proporcionais ao saldo da conta bancária)

In: ‘Correio do Ribatejo’ de 26 de Março de 2021

PUBLICIDADE
Leia também...

40 graus à sombra

Está um calor do caraças! “Do caraças” é uma expressão idiomática que…

25 ‘Chonices’ – In Memoriam

Em homenagem a Carlos Oliveira, colaborador deste Jornal de há longa data,…

Se calhar vou preso

Por esta é que eu não esperava! O escritor industrial José Rodrigues…

A extinção das espécies

As moscas seduzem os moscos e zum, zum, zum… zum, zum, zum!…