Proteção Civil de Santarém alerta para o perigo das praias fluviais sem vigilância

O Serviço Municipal de Proteção Civil – SMPC de Santarém lançou esta sexta-feira, 29 de Maio, um alerta à população para os perigos das praias fluviais sem vigilância no Rio Tejo e nos seus afluentes.

Em comunicado o SMPC de Santarém aconselha “todos aqueles que pretendam frequentar as praias fluviais do concelho de Santarém a adoptar sempre uma cultura de segurança e prevenção, redobrando os cuidados junto à linha de água, tendo igualmente presente que as praias fluviais do concelho não se encontram vigiadas nem contêm sinalização especifica relativa ao estado do curso do Rio, locais exactos de fundões ou poços abertos pelas correntes e correntes fortes”.

“O SMPC de Santarém alerta para o perigo de se adoptarem comportamentos de risco, devendo as medidas de prevenção e segurança serem respeitadas com maior rigor e recomenda que as pessoas não arrisquem, em caso de dúvida relativamente ao estado do Rio Tejo e Afluentes”, refere a mesma nota.

PUBLICIDADE

O SMPC deixa ainda recomendações de autoproteção:
• Se não sabe nadar, entre na água só até à cintura;
• Se nada mal, não se afaste das margens do Rio observando os possíveis fundões ou poços;
• Não hesite em pedir socorro quando em dificuldades;
• Se sentir frio saia imediatamente da água;
• Vigie as suas crianças permanentemente e não permita que se afastem, mantendo-as na sua proximidade e procurando as zonas mais baixas do Rio e sem correntes;
• Após demorada exposição ao sol entre na água lentamente;
• Evite ou proteja-se durante o período de mais exposição solar (11h – 16h);
• Procure sempre tomar banhos ou nadar acompanhado;
• Se se sentir cansado, procure flutuar (boiar);
• Nade sempre, com água pela cintura, não se afastando em demasia das margens do Rio;
• Nade em locais sem correntes e sem Jacintos de Água (eichhornia crassipes), limos ou outra vegetação habitualmente existente no Rio;
• Tome banho em locais onde a corrente não seja forte, remoinhos, fundões ou poços;
• Opte por refeições ligeiras e respeite o intervalo de 3 horas após uma refeição normal antes de tomar banho;
• Nunca tome banho e/ou nade sob o efeito (ou ressaca) de drogas ou álcool;
Caso haja uma situação de afogamento na praia fluvial, deve contactar imediatamente as autoridades e não deve entrar na água para prestar auxílio se não possuir formação adequada.

Regras para praias – COVID-19
• Distanciamento físico de 1,5 metros entre utentes (que não façam parte do mesmo grupo);
• Afastamento de 3 metros entre chapéus de sol ou toldos;
• Interditas atividades desportivas com 2 ou mais pessoas, como jogar à bola, raquetes ou disco (exceto atividades náuticas);

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS



Comentários