O escritor e jornalista Manuel Fernandes Vicente apresentou no sábado, 9 de Outubro, no Cineteatro São João, no Entroncamento, a sua última obra, Música nas Cidades Folk, Rock, Estilos Étnicos e Polifonias da Terra, o quarto volume da “saga” Música nas Cidades, iniciada em 2008.

Na apresentação do seu livro, que contou com uma plateia quase totalmente preenchida, com muitos amigos, colegas, familiares e personalidades ligadas à música e cultura da região, participaram a vereadora da Cultura Tília Nunes, que também representou o presidente da Câmara, o jornalista, escritor e activista cultural João Carlos Lopes, e os professores Maria José Ventura, José Manuel Ventura e Arnaldo Lopes Marques, para além do autor. Antes das suas intervenções, uma breve, mas brilhante, actuação da jovem violinista Inês Fernandes Alves marcou desde logo a tonalidade musical da apresentação.

João Carlos Lopes sublinhou na sua intervenção que, com este novo livro, o autor regressava à sua grande paixão, “com mais músicas do mundo, sabiamente reveladas dessa grande arca do tesouro que só ele conhece: da toada vadia da campaniça dos silêncios alentejanos à improvável polifonia dos Aka da floresta africana, das cores berrantes do tropicalismo brasileiro à revolucionária e inclusiva tecno berlinense da festa pós-muro, eis mais uma prodigiosa viagem aos mistérios e maravilhas da mais bela criação humana”.

Para Arnaldo Lopes Marques, “há que salientar a vertente de divulgação deste livro, que, sem perder o rigor enciclopédico, acaba por constituir-se como um guia para os não iniciados, os chamados ‘leigos na matéria’, que serão afinal quase todos os leitores, a quem se recomenda que, com o vagar necessário, vão ouvindo, através por exemplo do Youtube, as músicas dadas como paradigmáticas de cada género musical. Foi isso que fui fazendo, e com muito proveito”. No final da sua participação, e recorrendo-se a sons e imagens disponíveis na Internet, o público foi contemplado com fascinantes actuações de timbila e de jazz norueguês, sugeridas por Arnaldo Marques, para ilustrar esse mesmo proveito.

PUBLICIDADE

Numa intervenção conjunta, Maria José Ventura (leu grande poesia, e não há quem, em Português, a declame como ela) e José Manuel Ventura acrescentaram que “a obra do Manuel Fernandes Vicente tem o mérito de desvendar uma singular viagem interior pela música, pela vida e pelo mundo. Os seus textos, oriundos de diferentes latitudes e munidos de uma profunda amplitude interpretativa, configuram, pois, um aliciante percurso que permite descortinar uma invulgar linha de pensamento provida de grande cultura e admirável sensibilidade”.

Depois de felicitar o autor por mais esta obra, a vereadora da Cultura do município do Entroncamento, Tília Nunes, sublinhou a importância e o papel cultural do município local no sentido da sua responsabilidade e dever em apoiar o conhecimento e os criativos, escritores, músicos e outros intervenientes no fenómeno cultural.

Na sua intervenção, apoiada com recurso a um PowerPoint, Manuel Fernandes Vicente procurou entreabrir um pouco o conteúdo das páginas deste novo volume de Música nas Cidades. Mostrou imagens representativas dos contextos culturais de alguns géneros e tipologias musicais, acrescentando, como complemento, algumas notas, comentários e curiosidades que ajudaram um pouco a “entrar” no espírito do seu livro, que contempla cerca de 60 géneros ou cenas musicais de todo o mundo, incluindo, naturalmente, Portugal.

PUBLICIDADE
Leia também...

A herdade no Alviela e o pergaminho que ia para o lixo

Pergaminho do século XII salvo do lixo em Vale de Figueira.

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

Gilberto Gil dá concerto com Adriana Calcanhotto em Santarém

A 7 de Novembro.