Os ‘Sabores do Toiro Bravo’ regressam à vila de Coruche entre dias 14 e 30 de Maio, após um um ano de interregno forçado pela pandemia. A 17ª edição do certame realiza-se em formato limitado a três fins-de-semana de Maio e apenas nos restaurantes aderentes, não havendo lugar ao evento que decorria na Praça de Touros.

Apesar da limitações impostas, a organização promete animação musical, bem como o motivo pelo qual milhares de pessoas rumam anualmente a Coruche em Maio, sendo a carne de toiro bravo, a principal protagonista deste evento gastronómico ribatejano.

O certame Sabores do Toiro Bravo, que recebe em média cerca de 20 mil visitantes por edição, é um evento único no País e no mundo, tendo assegurado lugar nos principais roteiros gastronómicos.

“O mote é dado pela degustação de múltiplas receitas que têm como ingrediente central a carne de toiro bravo – bandarilhas de lombinho de toiro bravo com camarão, espetada de bezerra brava em pau de louro verde, rabo de boi estufado, bife de touro bravo recheado, cachaço de toiro bravo com grão e hortelã, bravo à lagareiro ou miminhos de toiro bravo na telha são apenas algumas das muitas iguarias com ingredientes característicos da gastronomia ribatejana que deliciam os visitantes. Além das múltiplas formas de provar a carne de toiro bravo, os Sabores do Toiro Bravo estendem-se à doçaria e aos vinhos da região, que acompanham as iguarias”, destaca uma nota da Câmara Municipal de Coruche.

PUBLICIDADE

As refeições, habitualmente degustadas em típicas tasquinhas ribatejanas instaladas na Praça de Toiros de Coruche, serão servidas este ano nos estabelecimentos dos restaurantes aderentes.

Este ano não haverá lugar às habituais exposições e actividades paralelas, entre as quais mostras de artesanato, folclore, actividades desportivas ou animação taurina. No entanto, está garantida animação com música tradicional e popular nos restaurantes aderentes à hora das refeições.

Os três fins-de-semana dedicados aos ‘Sabores do Toiro Bravo’ iniciam-se com os jantares às sextas-feiras e concluem-se com os almoços aos domingos. Aos sábados os restaurantes estão abertos para almoços e jantares.

É sugerido aos visitantes uma ida ao Museu Municipal de Coruche, ao Núcleo Rural de Coruche ou ao Posto de Turismo, não esquecendo a Loja do Montado para aquisição de produtos locais e artesanato. Passeios junto ao Rio Sorraia, no centro histórico de Coruche ou na Ermida de Nossa Senhora do Castelo são outros dos locais sugeridos.

O Município de Coruche afirma que poderá, a qualquer momento, cancelar, suspender ou alterar o calendário da actividade de acordo com as orientações do Governo e da DGS.

PUBLICIDADE
Leia também...

Lenda da Sopa da Pedra chega às crianças de todo o mundo através da Expo 2020 Dubai

A lenda da Sopa da Pedra, prato típico de Almeirim, foi incluída…

Feira Nacional da Agricultura realiza-se entre 9 e 13 de Junho em Santarém

A Feira Nacional da Agricultura/Feira do Ribatejo (FNA) vai realizar-se entre 9…

Gilberto Gil dá concerto com Adriana Calcanhotto em Santarém

A 7 de Novembro.

“Inspiro-me muito nas minhas vivências e nas raízes em Alpiarça“

Joana Almeirante é natural do concelho de Santa Maria da Feira, mas…