RUTIS distinguida com o prémio ‘Envelhecimento Ativo’ da Fundação Inatel

A RUTIS (Rede de Universidades da Terceira Idade) recebeu no passado dia 13 de Outubro, o prémio nacional de “Envelhecimento Ativo” por parte da Fundação INATEL.

O prémios da Fundação Inatel visam prestar homenagem a homens, mulheres, organizações e instituições que contribuíram, e que continuam a contribuir, todos os dias para uma sociedade mais justa, nos planos da solidariedade e da economia social, com especial atenção à promoção da cidadania e da inclusão, à coesão intergeracional e ao envelhecimento activo

No dia seguinte, dia 14 de Outubro, a instituição realizou a sua XIV Reunião Magna no Cine Teatro de Almeirim, onde estiveram presentes mais de 40 representantes de universidades seniores de vários pontos do país.

PUBLICIDADE

Na reunião debateram, entre outros assuntos, o funcionamento destes projectos em tempos conturbados, de pandemia e de incertezas. A grande maioria dos presentes mostrou a sua apreensão com o fecho de algumas universidades seniores (25%), a diminuição de alunos e salientou a importância da continuidade do projecto para a saúde mental dos seniores que o compõem.

A reunião foi transmitida online para todo o país e incluiu ainda uma palestra sobre “Formação à distância” e a entrega do Prémio RUTIS 2020 ao Instituto Português da Juventude e do Desporto, que foi recebido pela sua vice-presidente, Sónia Paixão.

A Rede de Universidades da Terceira Idade (RUTIS) é uma IPSS, criada em 2005, de apoio à comunidade e aos seniores, de âmbito nacional e internacional, com sede em Almeirim, que atribui o prémio anual RUTIS a pessoas ou entidades que mais têm apoiado as universidades seniores, destacando este ano o trabalho desenvolvido pelo IPDJ em prol da terceira idade.

PUBLICIDADE

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS

ADICIONAR COMENTÁRIOS

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *