Sábado foi o dia mais quente dos últimos 18 anos em Portugal continental

Sábado, dia 04 de Agosto, foi o dia mais quente dos últimos 18 anos em Portugal continental, tendo registado um valor médio da temperatura média de 32,4 graus, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Os valores médios da temperatura máxima, 41,6 graus, e da temperatura mínima, 23,2 graus, foram também os mais altos dos últimos 18 anos.

A temperatura máxima do ar mais alta foi de 46,8 graus e registou-se em Alvega, Abrantes.

PUBLICIDADE

Em comunicado, o IPMA adianta que os valores médios da temperatura mínima, que foram superiores a 40 graus em três dias consecutivos (40,1, 40,9, 41,6, respectivamente 02, 03 e 04 de Agosto), confirmam o carácter excepcional deste episódio de calor em Portugal.

Desde 2000, os dias mais quentes em Portugal continental, com uma temperatura média superior a 29 graus, foram: 04 de Agosto de 2018 (32,4), 02 de Agosto de 2003 (31,9), 03 de Agosto de 2018 (31,5), 02 de Agosto de 2018 (29,6) e 17 de Junho de 2017 (29,4).

Durante o dia de sábado, os valores de temperatura máxima igual ou superior a 45 graus foram registados em 17 estações quando no dia anterior apenas havia registo em duas estações: Santarém, Alcácer do Sal, Coruche, Alvalade, Pegões, Neves Corvo, Setúbal, Évora, Tomar, Reguengos, Amareleja, Avis, Viana do Alentejo, Portel, Mora e Elvas.

Ainda de acordo com o IPMA, os valores da temperatura máxima estiveram nos 40 graus em mais de 60 por cento das 96 estações de medição de Portugal continental e de 35 graus em mais de 90 por cento das estações.

Ontem, domingo, em vários locais do Alentejo, vales dos rios Douro e Tejo e na Beira Baixa a temperatura máxima atingiu ainda os 45 graus.

Até hoje, segunda-feira, a temperatura máxima, em grande parte do território continental, irá registar valores da ordem dos 40 graus.

A partir de hoje, segundo o IPMA, a temperatura máxima deverá registar uma descida, sendo acentuada no litoral oeste e nas regiões do interior na terça-feira.

A temperatura mínima do ar também irá descer, em especial hoje, com valores abaixo dos 20 graus na generalidade do território a partir de amanhã.

Temperaturas máximas e mínimas começam a descer a partir de hoje

As temperaturas máximas e mínimas vão começar a descer a partir de hoje, segunda-feira, embora nos distritos de Portalegre e Castelo Branco ainda se mantenham os avisos laranja e vermelho, segundo o IPMA.

Em declarações à agência Lusa, a meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Joana Sanches adiantou que amanhã, terça-feira está prevista uma nova descida da temperatura máxima, principalmente nas regiões do interior entre os 8 e os 10 graus.

Este será o primeiro dia sem qualquer aviso meteorológico, depois da vaga de calor.

Para hoje, um dia ainda marcado por temperaturas elevadas, há possibilidade de ocorrência de trovoadas.

Nos últimos dias Portugal enfrentou temperaturas muito elevadas, subindo de forma acentuada a partir de 01 de Agosto, o que levou o IPMA a emitir avisos vermelhos em 11 dos 18 distritos de Portugal continental.

Durantes estes dias foram atingidos máximos históricos em várias estações meteorológicas, nomeadamente em Lisboa, que no sábado chegou aos 44º.

No sábado, as temperaturas estavam às 17h00 acima dos 45 graus em 16 das 96 estações de medição de Portugal continental, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

A temperatura mais elevada registada até às 17h00 de sábado foi 46,8 graus em Alvega, a que se seguiram Santarém (Fpnte Boa) com 46,3°, Alcácer do Sal com 46,2°, Coruche e Alvalade do Sado com 46,1°, Pegões (46,0º), Neves Corvo (45,8°), Setúbal (45,5°), Évora e Tomar (45,4°), Reguengos e Amareleja (45,3°), Avis, Viana do Alentejo e Portel (45,2°) e Mora (45,1°).

PUBLICIDADE
info, , ,

PARTILHE COM OS SEUS AMIGOS