Um dos mais atípicos anos de que há registo teve impactos profundos em inúmeros segmentos de atividade económica. Muitos destes privados do seu normal (ou total) funcionamento, registaram quebras históricas. A médio e longo prazo, é ainda difícil quantificar o verdadeiro efeito da pandemia nas nossas vidas.

Felizmente, existe sempre um reverso da medalha. Na economia, esta advém desses poucos sectores que conseguem crescer contra todas as previsões e durante as mais difíceis circunstâncias. No panorama nacional, um desses poucos refere-se ao sector imobiliário.

Este motor económico de inegável importância, registava no período pré-pandemia um crescimento que superava os dois dígitos. Apesar das piores previsões, mantém-se e até ver, com um desempenho absolutamente notável e Santarém não é exceção.

PUBLICIDADE

O Imobiliário do Ribatejo

Boas notícias para quem esteja direta ou indiretamente envolvido no mercado imobiliário do distrito. Ao longo do último ano, até março deste ano, os valores médios de venda cresceram na ordem dos 6%.

O registo atual de €161.944 contrasta assim com os €152.836 de março de 2020. Para quem deseja comprar casa em Santarém, estes são valores bastante apelativos tendo em conta que o valor médio a nível nacional se situa atualmente nos €353.731.

Nesta lista e sem surpresas, Lisboa segue no topo com um valor de €562.598 o qual acaba de registar uma subida de 2,1% em comparação com o mês anterior. Já no registo homólogo, a quebra foi de -1,2% e revela o aumento de procura notável no distrito ribatejano.

Campeões dos Preços Acessíveis

São preços relativamente baixos do imobiliário aqueles registados em Santarém, mas durante quanto mais tempo?

Alguns dos distritos que eram por norma menos procurados são agora alvo de interesse devido aos preços mais económicos que aqui se encontram. São, aliás, vários os casos ao longo do último ano de subidas verdadeiramente notáveis.

Beja segue na dianteira desta estrita lista com um crescimento de 10% no valor médio de venda, agora situado nos €139.562. Aveiro, com 7,6% (€231.489), Viseu com 4,7% (€170.550) ou Braga com 4,8% (€233.836). Em todos estes distritos, a tendência de valorização do último ano tem sido atentamente seguida por proprietários e interessados em adquirir um novo imóvel.

O Que Significa Para Santarém?

Os valores agora revelados podem insinuar uma mudança de paradigma mais profunda que se regista não apenas a nível nacional, mas um pouco por todas as nações desenvolvidas do mundo.

A rápida e por vezes forçada adoção do teletrabalho, uma tendência que se vinha já a verificar no período pré-pandemia, leva ao crescimento da procura em distritos com preços mais acessíveis e com índices de qualidade de vida mais elevados.

Uma vez dispensados de viajar para o local de trabalho situado num grande centro urbano diariamente ou de comprar/arrendar casa nas proximidades do mesmo, cada um é livre para definir os termos da sua habitação.

Desde que presentes as condições tecnológicas mínimas para o seu desempenho, uma charmosa aldeia do interior pode oferecer muito mais do que viver às portas de uma capital europeia.

Para Santarém, significa precisamente uma oportunidade de se poder reposicionar como um apelativo distrito para atrair novas famílias. O foco numa oferta tecnológica bem estruturada, com boas infraestruturas e espaços verdes em abundância costumam bastar para piscar o olho a inúmeras famílias que procuram de momento um novo lar.

PUBLICIDADE
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Leia também...

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…

Mercadona constrói maior bloco logístico da empresa em Almeirim

A Mercadona, maior cadeia espanhola de supermercados, anunciou que vai construir um…

Moinho de Fau e Restaurante no Jardim das Portas do Sol colocados em hasta pública

A Câmara Municipal de Santarém vai realizar um hasta pública, no próximo…

Rotary Clube de Santarém distingue Sílvia Carreira como profissional do ano

Sílvia Carreira, directora técnica do Lar Gualdim, do Centro Social Interparoquial de…