No âmbito do ciclo de workshops para o Terceiro Sector – CAFÉ IN Digital Social – a NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém dinamizou mais um webinar, desta vez sobre Marketing Social e Comunicação. Na sessão, a associação referiu que as instituições devem implementar um plano de marketing e marcar presença obrigatória nas plataformas digitais, através da criação de conteúdos criativos e que gerem contactos para a sua estratégia comercial.

O sector da Economia Social tem algumas particularidades quanto à implementação de estratégias de marketing e comunicação, uma vez que as instituições “não procuram clientes, nem pretendem vender um produto e, logo, não procuram a obtenção de lucro”, começou por referir Sílvio Duque, orador convidado na sessão da NERSANT sobre Marketing Social e Comunicação. No entanto, referiu ainda, é necessário que as instituições “passem a sua mensagem, em prol de uma boa imagem, de uma boa reputação e da notoriedade da própria marca”.

O profissional, ligado há muitos às áreas do marketing e comunicação, referiu, por isso, ser importante que as Entidades da Economia Social procurem desenvolver e implementar um plano de marketing, “onde deve estar patente o valor da marca e os seus objectivos”. No mesmo, deve contar, “onde, como e quais os canais” onde a mensagem das instituições pretende ser difundida.

PUBLICIDADE

Na sessão, foi ainda explicado que o marketing e a comunicação tem vindo a sofrer alterações ao longo dos tempos, estando em contante evolução, acompanhando as últimas tendências ao nível da tecnologia. O digital, reforçou Sílvio Duque, não deve ser, por isso, descurado. “Marketing é, no fundo, identificar necessidade dos consumidores e satisfazer essas mesmas necessidades. O digital é apenas um dos canais”, referiu, acrescentando que esta via, pela sua crescente importância na vida das pessoas, requer especial importância.

Sílvio Duque alertou, por isso, as entidades presentes para a necessidade de ter um website, reforçando ainda que ter um portal online não chega. “É necessário que os sites das instituições sejam dinâmicos, consigam recolher informação e dados de quem os visitam para que as instituições possam ter informações para afinar a sua estratégia comercial”, referiu. E como podem as instituições fazer chegar pessoas ao seu site? Através das redes sociais e do marketing de conteúdo. “As entidades devem ser criativas. Para além dos conteúdos chegarem com facilidade ao coração das pessoas, as instituições devem pensar fora da caixa, criando conteúdos inovadores e diversificados, como vídeos, por exemplo, que sejam partilhados posteriormente nas suas redes sociais”, referiu o profissional, acrescentado que “quem não está no digital, não consegue marcar posição de destaque face a outras organizações”.

A assistir ao webinar, esteve Sónia Lobato, Presidente da UDIPSSS – União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Santarém, uma das entidades parceiras da Feira Social Digital, a par do Banco Montepio. A responsável assumiu a importância da temática e referiu que as ferramentas de marketing e comunicação não devem ser descuradas pelas entidades. Informou ainda que a própria UDIPSSS está neste momento a trabalhar num novo portal, que responda às novas demandas do marketing e comunicação.

O presidente da Comissão Executiva da NERSANT, António Campos, agradeceu a presença dos cerca de 50 entidades participantes na sessão, referindo que o workshop se insere no ciclo CAFÉ In Digital Social, uma iniciativa da Feira Social Digital a decorrer até 31 de Março com a participação de 118 entidades e empresas. O próprio certame é uma das acções da NERSANT para apoiar as IPSS a marcarem presença no digital. O dirigente da NERSANT deixou ainda o convite para visita à feira, em https://compronoribatejo.pt/feira/1-feira-social-digital.

António Campos deixou ainda informação da calendarização dos restantes workshops agendados no âmbito deste ciclo: Gestão da Qualidade (16 de Março), Financiamento do Sector Social em Tempos de Pandemia (19 de Março), Financiamento para a Inovação e Empreendedorismo Social (22 de março), Financiamento e Produtos Sustentáveis (24 Março) e Compro no Ribatejo: plataforma de negócios online (26 de Março). As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas no portal da NERSANT, em https://www.nersant.pt/agenda/.

PUBLICIDADE
Leia também...

‘Casa em Santarém’ nomeada para o prémio internacional de arquitectura

O projecto ‘Casa em Santarém’ da empresa dp arquitectos está nomeado para…

Rotary Clube de Santarém distingue Sílvia Carreira como profissional do ano

Sílvia Carreira, directora técnica do Lar Gualdim, do Centro Social Interparoquial de…

“Os pequenos produtores não podem ser abandonados”

João Mendes – Fio Dourado DIVULGAÇÃO APRODER O lagar de azeite da…

Câmara de Santarém pede 270 mil euros ao BEI para requalificação de avenida

A Câmara de Santarém aprovou hoje a contracção de um empréstimo de…